Futebol/Campeonato Brasileiro - ( - Atualizado )

Atlético-MG bate o Inter, ajuda o rival Cruzeiro e encosta no G-4

Belo Horizonte (MG)

Em uma partida movimentada e cheia de chances para os dois lados, o Atlético-MG foi mais eficiente: com um gol de Diego Tardelli aos 36 da etapa final, bateu o vice-líder Internacional por 1 a 0. O resultado deixa o Galo a três pontos do G-4. Por tabela, a equipe de Levir Culpi acabou ajudando o rival Cruzeiro, que pode abrir oito pontos para o Colorado caso derrote o Goiás neste domingo.

Com ambos os times precisando da vitória, o jogo foi muito intenso. O Atlético-MG tomou a iniciativa na etapa inicial e criou boas chances, mas sofreu com os perigosos contragolpes colorados. No segundo tempo, o Inter atuou mais presente no campo atleticano e criou chances mais claras, mas as desperdiçou e acabou castigado com um gol a dez minutos do fim do jogo.

A vitória leva o Atlético-MG a 26 pontos, em quinto lugar. A distância para a zona da Libertadores é, neste momento, de três pontos. O Inter, com sua segunda derrota seguida, estanca nos 31, e pode cair até para a quarta colocação neste domingo. As duas equipes jogam no meio de semana por outras competições. O Galo visitará o Palmeiras, pela abertura das oitavas de final da Copa do Brasil. O Colorado recebe o Bahia, em sua estreia na Copa Sul-Americana. Os dois jogos serão na quarta-feira.

Bruno Cantini/Divulgação
Diego Tardelli perdeu uma boa chance antes de definir a vitória do Atlético-MG no Independência
O jogo – Com o Independência lotado jogando a seu favor, o Atlético-MG começou na pressão sobre o Inter. A primeira boa chance ocorreu aos oito minutos, com Dátolo levantando na cabeça de Tardelli após cobrança de falta, e Wellington Silva afastou o perigo. Aos 12, nova oportunidade na bola parada: Dátolo bateu escanteio, André desviou de cabeça, e Leonardo Silva por muito pouco não alcançou.

O Internacional respondeu aos 15: Fabrício se antecipou bem no meio e foi à linha de fundo. No cruzamento, Leonardo Silva desviou e quase fez gol contra. Dois minutos depois, Valdívia arrancou com a bola na linha central, conduziu até a entrada da área e chutou pela linha de fundo. Aos 24, o Galo quase abriu o placar: após ótima jogada coletiva, só em toques de primeira, Pedro Botelho entrou livre e cruzou, mas André não chegou a tempo, e a bola cruzou a risca da pequena área e saiu.

O jogo seguiu corrido e atraente para os torcedores. Na jogada seguinte, Wellington Silva respondeu com um bom chute que raspou o travessão. A seguir, mais uma vez o Galo perdeu por um jogador seu chegar atrasado para a conclusão, desta vez com Maicosuel em cruzamento de Pedro Botelho. O Inter ainda teve a última chance antes do intervalo em um bom chute de Wellington espalmado providencialmente por Victor.

No intervalo, uma grande perda para o Colorado: D’Alessandro, com dores na coxa, deixou o jogo para a entrada de Alex. Porém, apesar de perder seu melhor jogador, o time gaúcho voltou melhor, com mais posse de bola no campo atleticano. Aos oito, Wellington Silva fez ótima jogada e deixou Rafael Moura na cara do gol, mas Victor fez milagre e salvou.

Sentindo que o Atlético-MG ia perdendo o ímpeto ofensivo, Levir Culpi tirou Maicosuel e pôs o xodó Luan, aos 14. A primeira chance da etapa final, porém, veio em arrancada de Diego Tardelli pela esquerda. Em alta velocidade, ele tocou na saída de Dida, mas para fora. Aos 19, Rafael Moura perdeu o gol mais feito do jogo: em cruzamento de Cláudio Winck, Victor soltou nos pés do centroavante do Inter, que, sem goleiro, na pequena área, chutou na trave.

Aos 36, o castigo para o Inter: Luan fez grande jogada e deu passe infiltrado por trás da zaga, deixando Diego Tardelli livre para fazer 1 a 0, colocando o Galo à frente do placar. Alex, em belo chute de média distância, quase empatou, mas Victor salvou. Aos 42, Juan salvou quando Tardelli servia Jô livre na pequena área.