Futebol/Campeonato Brasileiro Série A - ( - Atualizado )

Atlético-MG e Figueirense duelam no Scarpelli com objetivos distintos

Belo Horizonte (MG)

O Atlético-MG tem oscilado bastante no Campeonato Brasileiro, principalmente nos jogos fora de casa, mesmo assim, o Galo tem conseguido se aproximar do G-4, e pode ficar ainda mais perto dos primeiros colocados se vencer o Figueirense. O duelo contra os catarinenses será realizado neste domingo, às 18h30, no estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis.

Para essa partida, o time atleticano poderá ter novidades. Atletas machucados e a contratação de novatos forçam o treinador a fazer mudanças no time para tentar buscar os três pontos fora de casa. Nos últimos dias, o clube mineiro apresentou três jogadores, o zagueiro Tiago, o volante Rafael Carioca e o lateral Douglas Santos.

A possível estreia de reforços chega em boa hora para o técnico Levir Culpi, que tem perdido atletas importantes por motivo de lesão. O zagueiro Réver passou por cirurgia no tornozelo e só deve retornar aos gramados na próxima temporada. Já o meia-atacante Guilherme, com estiramento no adutor da coxa direita, é outra baixa, assim como Leandro Donizete, com contratura na panturrilha direita.

Para o lugar de Réver, as opções são o novato Tiago, o jovem Jemerson e os experientes Edcarlos e Emerson, que se recuperaram de lesão recentemente. No meio-campo, Rafael Carioca pode ficar com a posição de Donizete, com Pierre voltando ao time, e Dátolo entrando no lugar de Guilherme.

Divulgação/Atlético Mineiro
O Atlético-MG visita o Figueirense neste domingo, no Orlando Scarpelli (Foto: Bruno Cantini)

“É minha vez. Vou tentar fazer o melhor, sempre pensando no time, em fazer o melhor não só para mim, mas pelo time. Tomara que dê certo. Vou me esforçar ao máximo para que dê tudo certo. Se o cara que está no banco não pensa em ganhar, entrar e ajudar, esse cara não serve. Então todos que têm que ter a mesma humildade para ajudar o clube. Se todo mundo pensa do mesmo jeito, vai dar certo, porque somos um grupo", disse o argentino Dátolo.

Se o Atlético-MG briga para chegar ao G-4, o mesmo não se pode dizer do Figueirense, que luta para escapar do rebaixamento. Sob o comando de Argel Fucks, o alvinegro catarinense deixou o Z-4 após 112 dias, mas permanece na zona de perigo, 16º colocado. Apesar de o rebaixamento ser uma ameaça constante, o elenco afirma que a tranquilidade no dia-a-dia colabora para a realização de um bom trabalho dentro das quatro linhas.

Dependendo do resultado diante do Atlético-MG, o Figueira pode voltar a figurar entre os quatro últimos, podendo até amargar a lanterna ao final da 15ª rodada, dependendo de uma combinação de resultados, haja vista que as equipes que ocupam da 16ª a 19ª posição, Figueirense, Botafogo, Bahia e Flamengo, estão em igualdade de pontos, com 13 somados.

O técnico Argel ainda não sabe como vai armar o setor de meio-campo da equipe. Sem poder escalar Giovanni Augusto, que não pode atuar por cláusula contratual, já que seus direitos federativos pertencem ao clube mineiro, a comissão técnica espera contar com o canhoto Léo Lisboa, que vem se destacando nos últimos jogos, e estava se recuperando de incômodo no ombro direito.

Arte GE.Net

FICHA TÉCNICA
FIGUEIRENSE X ATLÉTICO-MG

Local: Estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis (SC)
Data: 17 de agosto de 2014, domingo
Horário: 18h30 (de Brasília)
Árbitro: Felipe Gomes da Silva (Asp. Fifa/PR)
Assistentes: Bruno Boschilia (Fifa/PR) e Ivan Carlos Bohn (CBF-1/PR)

FIGUEIRENSE: Tiago Volpi; Leandro Silva, Marquinhos, Thiago Heleno e Cereceda; Luan, Rivaldo, Marco Antônio e Léo Lisboa; Ricardo Bueno e Jean Carlos
Técnico: Argel Fucks

ATLÉTICO-MG: Victor; Marcos Rocha, Leonardo Silva, Jemerson e Douglas Santos (Pedro Botelho); Pierre, Rafael Carioca, Maicosuel e Dátolo; Tardelli e Jô
Técnico: Levir Culpi