Futebol Internacional/Troféu Joan Gamper - ( - Atualizado )

Barça deve ter Suárez, Messi e Neymar pela 1ª vez juntos no Camp Nou

Barcelona (Espanha)

O Barcelona disputa, na tarde desta terça, o tradicional Troféu Joan Gamper em jogo contra o León, clube da primeira divisão do futebol mexicano. O torneio de verão, disputado desde 1966 na Catalunha, deverá marcar a estreia do uruguaio Luiz Suárez com a camisa azul-grená e protagonizará, pela primeira vez na temporada, o trio composto por Suárez, Messi e Neymar atuando juntos no gramado.

Após o Tribunal Arbitral do Esporte (TAS) revogar a pena imposta pela Fifa ao atacante, oficialmente estipulada em nove jogos oficiais e quatro meses de suspensão, autorizando que o camisa 9 retome sua ligação com o esporte, o treinador Luis Enrique garantiu que Suárez vai estrear no comando de ataque do Barça.

Depois da partida, marcada para as 15h30 (de Brasília), ‘El Churrua’ terá de se contentar no papel de expectador pelos próximos 60 dias, já que o uruguaio precisará cumprir ao menos dois dos quatro meses de suspensão. A data prevista para o retorno oficial do centroavante coincide com a do clássico entre Real Madrid e Barcelona, pelo primeiro turno do Campeonato Espanhol, em jogo marcado para o Santiago Bernabéu, no fim do mês de outubro.

Divulgação
Com punição reduzida, Suárez tem condições de estrear pelo Barça nesta terça, contra o León

Liberado para treinar há pouco mais de dez dias, após se recuperar da lesão na coluna que o tirou da disputa do Mundial, o atacante Neymar pode voltar a campo, nem que seja por alguns minutos, diante do León. Treinando em ritmo forte com o restante do elenco há apenas três dias, o brasileiro pode começar o jogo no banco de reservas por não reunir boas condições físicas.

Já Lionel Messi, depois de ser o principal responsável por conduzir a Argentina à decisão da Copa do Mundo, deve atuar pela primeira vez na temporada 2014/2015 após se reintegrar ao elenco, no dia 5 de agosto. Tanto ele quanto Neymar jogaram a última partida pelo Barcelona em meados de maio, contra o Atlético de Madri, em jogo que fechou a temporada do Espanhol e confirmou o título para os colchoneros após 18 anos de jejum.