Futebol - ( - Atualizado )

Capitão do Corinthians deixa Arena do Grêmio reclamando de pênalti

Porto Alegre (RS)

O volante Ralf foi o responsável por avaliar a derrota por 2 a 1 do Corinthians para o Grêmio, em Porto Alegre. Ele não achou ruim a atuação de sua equipe e demonstrou insatisfação com o desempenho do árbitro Heber Roberto Lopes – que já havia irritado alvinegros anteriormente no Campeonato Brasileiro.

“Não era o que a gente esperava. Fizemos um bom jogo. O juiz errou, foi mão ali. Não cabe a mim julgar, mas o juiz errou. A gente merecia a vitória”, afirmou o capitão, ainda no gramado da Arena do Grêmio, decepcionado com a queda na tabela de classificação do Nacional.

No lance em questão, ocorrido já aos 44 minutos do segundo tempo, Romarinho ficou com sobra na área, após tentativa de Romero. O atacante bateu com o pé direito, e a bola tocou no braço esquerdo de Werley, aberto pelo movimento que fazia o beque tricolor.

Divulgação/Agência Corinthians
Romero foi um dos que reclamaram no momento em que a bola tocou no braço de Werley (foto: Rodrigo Coca)
Não foi a única reclamação dos corintianos, que queriam expulsão de Luan ainda no primeiro tempo, por entrada muito dura em Fagner. O atacante não recebeu nem o cartão amarelo na jogada. Posteriormente, o critério seria mantido quando o próprio Fagner atingiu violentamente Barcos.

Os jogadores do Corinthians se queixaram também da expulsão de Guerrero, já nos acréscimos. Em confusão na área, o peruano encarou Alán Ruiz e ficou com a cabeça tocada na do rival. Empurrado por trás por Zé Roberto, viu o adversário cair, acusando-o de cabeçada. Heber acreditou no gremista.