Futebol/Brasileiro Série D - ( - Atualizado )

Com pedido atendido, jogadores do Barueri encerram chance de novo W.O.

São Paulo (SP)

As suspeitas de que o Grêmio Barueri protagonizaria mais um W.O. no Campeonato Brasileiro da Série D foram encerradas. Os atletas da Abelha tiveram sua exigência atendida pelo presidente do clube, o português Alberto Ferrari, e enfrentarão o Tombense-MG, às 19 horas (de Brasília) desta sexta-feira, em seu domínio, a moderna Arena.

O pedido do plantel paulista era que Ferrari arcasse com 50% dos salários atrasados, montante equivalente a R$ 134 mil. No início da semana, um número inferior a 30% foi bancado pelo mandatário, e não aceito pelos atletas. O complemento veio nesta manhã, na concentração.

“Os atletas treinaram normalmente a semana toda e se dedicaram. Inclusive, estavam concentrados. Eles são profissionais e conscientes. Depois que o presidente arcou com a quantia pedida, houve consenso: o de atuar contra o Tombense”, sintetizou Thiago Rino, advogado do Sindicato dos Atletas Profissionais do Estado de São Paulo. Neste contexto, o restante das mensalidades será acertado no dia 5 de setembro.

Com o impasse temporariamente resolvido, Mauro Costa, diretor de relacionamento da SAPESP, comemorou o auxílio da entidade em tal resolução: “Mais uma vez o Sindicato foi solicitado e deu pronto atendimento aos atletas. Nosso grande objetivo era fazer com que os jogadores recebessem ao menos metade dos atrasados para que não houvesse nova paralisação”.

Sem somar nenhum ponto no quarto estágio do futebol nacional, o Grêmio Barueri terá pela frente um adversário favorito à classificação: equipe emergente do futebol mineiro, o Tombense figura na liderança do Grupo 7, somando nove pontos.