Futebol/Campeonato Brasileiro - ( - Atualizado )

Com sequência difícil, Kleina pede calma: “Um jogo de cada vez”

Salvador (BA)

Com dois jogos e dois empates pelo Bahia, o técnico Gilson Kleina sabe que terá uma dura missão pela frente: três jogos fora da Fonte Nova contra três times que aparecem nas primeiras colocações da tabela do Campeonato Brasileiro. A sequência será contra Atlético-PR e Grêmio pela Série A e Internacional pela Copa Sul-americana. Preocupado? Sim, mas consciente que é necessário dar um passo de cada vez para as coisas não saírem do controle.

“São três jogos fora. Três jogos importantes. Mas nós temos que pensar em um de cada vez. Primeiro, temos que pensar no Atlético-PR. Eles perderam na última quarta-feira e virão com tudo para cima da gente. É um time que tem jogadores rápidos. Temos que neutralizar suas qualidades e fazer valer nossos pontos fortes”, disse.

Em 18º lugar na tabela de classificação do Brasileirão, o Bahia tem ainda mais uma notícia ruim: o confronto contra o Coritiba, que marcará o retorno à Fonte Nova, terá que ser realizado com os portões fechados graças à punição aplicada pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva.

O próximo compromisso é no domingo, às 18h30 (de Brasília), na Arena da Baixada, contra o Furacão, em jogo válido pela 17ª rodada do campeonato nacional.