Futebol Internacional/Campeonato Português - ( - Atualizado )

Com vitória simples fora de casa, Porto assume liderança provisória

Paços de Ferreira (Portugal)

O técnico Julen Lopetegui montou o Porto com o que tinha de melhor para enfrentar o Paços de Ferreira, fora de casa, neste sábado, pela segunda rodada do Campeonato Português. Com os recém-chegados Tello e Adrían integrando a equipe titular, quem se destacou foi o centroavante colombiano Jackson Martínez, autor do gol da vitória por 1 a 0, que rendeu a liderança provisória ao Dragão.

O técnico espanhol levou a campo um time com quatro brasileiros entre os onze iniciais. Na linha de defesa, Maicon e Alex Sandro, e como dupla de volantes, Casemiro e Evandro. O lamento ficou por parte de Tello, que sentiu dores na coxa direita e deixou o gramado logo aos 18 minutos da primeira etapa.

Com o resultado, o Porto soma a segunda vitória consecutiva, chegando aos seis pontos e podendo permanecer na liderança conforme os demais resultados da rodada. Já o Paços de Ferreira amarga a segunda derrota seguida, e segue ameaçado de adentrar a ‘zona de perigo’ da tabela, que leva duas equipes à divisão de acesso do futebol português.

O jogo

O Porto não se intimidou por jogar com a torcida contra e, mesmo no campo adversário, dominou a partida desde o início, procurando criar as jogadas ofensivas explorando, sobretudo, a velocidade dos jovens atacantes, dispostos como pontas de lança.

Porém, logo nos primeiros minutos do jogo, o espanhol Tello sentiu uma fisgada na coxa e sinalizou para o banco de reservas pedindo substituição. Lopetegui, vendo o esquema de jogo sendo desconstruído, procurou manter a ofensividade da equipe e colocou um armador em campo, o colombiano Quintero.

Passados os minutos inicias, quando o Dragão ainda esboçava tentativas de pressionar o adversário, os donos da casa estabilizaram a partida, povoando o meio campo com duas linhas de quatro fixas na marcação, constituindo, assim, uma barreira em frente à área do goleiro brasileiro Rafael Defendi, ex-Bragantino.

Saído do banco de reservas, Quintero foi responsável por dar a assistência para o gol de Jackson Martínez. O meia recebeu bela virada de jogo, alçou a bola na área e o centroavante colombiano apareceu, de forma oportunista, para desviar de canhota a bola para o fundo da rede e inaugurar o marcador a cinco minutos do intervalo.

AFP
Protagonistas do lance, Quintero e Jackson Martínez comemoram gol que deu vitória ao Porto

O Paços de Ferreira só assustou a meta adversária aos 10 minutos da segunda etapa, quando após belo drible sobre o zagueiro brasileiro Maicon, Minhoca cruzou para Cícero que, livre de marcação, cabeceou por cima da trave.

Aos 26 jogados da etapa final, o empate quase aconteceu em uma desatenção da defesa do Porto. O lateral Jaílson disparou pela direita e cruzou, o goleiro Fabiano Freitas interceptou, mas espalmou para dentro da área e a bola ficou oferecida para Minhoca, que chutou por cima do gol.

A vantagem magra não deixou o Porto relaxar. Até os últimos minutos, Lopetegui deu instruções à equipe na beira do gramado e os atletas, aplicados na marcação, conseguiram minimizar as chances do Paços de Ferreira conquistando, assim, os três pontos fora de casa e, de quebra, assumindo a liderança provisória do Campeonato Português.