Futebol/Campeonato Brasileiro Série B - ( - Atualizado )

Contra o Vasco, Moacir prefere Independência, mas aceitaria Mineirão

Belo Horizonte (MG)

Para a partida contra o Vasco, no dia seis de setembro, às 16h10 (de Brasília), pela estreia no returno da Série B do Campeonato Brasileiro, o América-MG tem de escolher entre Mineirão e Independência para mandar o jogo. O Gigante da Pampulha tem vantagem por questões financeiras e pela capacidade, mas, se a decisão estivesse apenas nas mãos do técnico Moacir Júnior, o duelo aconteceria no Horto.

"Na parte técnica, pretendo jogar no Independência. Eu, Moacir, ficarei muito satisfeito se o jogo for no nosso estádio. Acho que os nossos números nos credenciam muito”.

No Independência, o Coelho venceu sete partidas nesta Série B e não sofreu nenhum gol, balançando a rede em 15 oportunidades. Com isso, a equipe soma 100% de aproveitamento no Horto.

Divulgação/América Mineiro
O técnico Moacir Júnior não esconde que prefere jogar no Independência ao Mineirão

Embora prefira esse estádio, Moacir não colocará empecilhos para jogar no Mineirão. Em maio, o América-MG venceu o Joinville por 3 a 1 no Gigante da Pampulha diante de quase 20 mil pagantes, seu maior público nos últimos dez anos pela Série B do Campeonato Brasileiro.

"A diretoria tem outros aspectos que precisa avaliar, e nós teremos de acatar. O que eles determinarem, vamos acatar".

Na próxima sexta-feira, o Coelho visita o Sampaio Corrêa às 20h30 (de Brasília). Caso vença, chegará a 35 pontos e será campeão do primeiro turno. Logo, a tendência é que a procura por ingressos contra o Vasco seja grande. O Mineirão comporta mais de 60 mil torcedores, enquanto o Independência suporta apenas 23 mil.