Futebol - ( - Atualizado )

Corinthians decide não pedir adiamento de jogos por convocação

São Paulo (SP)

Dirigentes do Corinthians discutiram com o técnico Mano Menezes a possibilidade de pedir adiamento dos jogos em que a equipe estará desfalcada pela convocação da Seleção Brasileira. A opção foi não fazer à solicitação à Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

Convocados para amistosos nos Estados Unidos nos dias 5 e 9 de setembro, Gil e Elias não poderão enfrentar Bragantino (Copa do Brasil, dia 3), Criciúma (Brasileiro, dia 7) e, provavelmente, Atlético-MG (Brasileiro, dia 11). Os estrangeiros Lodeiro e Guerrero também poderão ser baixas se forem servir suas seleções – Romero não foi chamado pelo Paraguai.

“O Corinthians não vai pedir o adiamento dos jogos. Nós nos reunimos e conversamos sobre o assunto. Se, tecnicamente, poderíamos ter uma pequena vantagem agora, poderíamos ter prejuízo muito maior lá na frente. Não adianta ficar transferindo o problema. Sou daqueles que pensam que o primeiro prejuízo é sempre o menor”, afirmou o técnico Mano Menezes.

Divulgação/Agência Corinthians
Convocado, Gil não estará à disposição de Mano em ao menos duas partidas (foto: Daniel Augusto Jr.)
Além de não ver embasamento legal para o pedido – o que tornaria necessária uma negociação em outros termos –, o clube chegou à conclusão de que teria problemas de calendário na parte decisiva do Campeonato Brasileiro, com partidas encavaladas. A solução foi manter o calendário como está e reclamar de sua estrutura.

“Sabemos onde o problema precisa ser resolvido: é os clubes não jogarem competições durante as datas Fifa. Enquanto não resolvermos isso, sempre vai haver um desgaste. Lógico que o torcedor não vai compreender que dois dos seus principais jogadores vão desfalcar o time em três jogos, todos importantes, um em caráter eliminatório”, comentou Mano.