Futebol - ( - Atualizado )

Corinthians entra com recurso e pede efeito suspensivo da pena de Petros

São Paulo (SP)

O departamento jurídico do Corinthians cumpriu o que dele se esperava, entrando com um recurso contra a punição de Petros. Suspenso em primeira instância por 180 dias por suposta agressão ao árbitro Raphael Claus, o meia será julgado novamente pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), em seu Tribunal Pleno.

Como o caso não está juridicamente esgotado, o clube pediu efeito suspensivo da pena inicial. Se a solicitação for aceita, o gancho ao jogador será suspenso até o julgamento definitivo em segunda instância. A expectativa é que a resposta do tribunal seja dada até quinta-feira.

Se o despacho do presidente do STJD, Caio César de Vieira Rocha, for favorável ao Corinthians, Petros estará apto a enfrentar o Goiás na noite de quinta. Mesmo nesse caso, o mais provável é que o atleta não seja titular, com Renato Augusto ocupado sua vaga.

Divulgação/Agência Corinthians
Petros foi punido em primeira instância com suspensão de 180 dias (foto: Daniel Augusto Jr. - 14/8/14)
“Para não ficar falando em hipóteses, vamos esperar. Depois, tomaremos uma decisão”, afirmou o técnico Mano Menezes, que vê subjetividade demais em julgamentos como o de Petros. Para o gaúcho, o sistema mais correto teria uma tabela de penas para os atos correspondentes.

“Penso que podemos avançar para penas estabelecidas objetivamente para situações objetivas. Fez isso, a pena é tal. Fez aquilo, é tal. Não precisa haver essa repercussão toda, e um dia depois do jogo as decisões estão tomadas. Mas não é assim, e a gente respeita como é decidido aqui”, disse o treinador.