Futebol/Copa do Brasil - ( - Atualizado )

Corinthians esconde escalação para enfrentar o Bragantino

São Paulo (SP)

Adepto do mistério, o técnico Mano Menezes não abriu mão de mais um treinamento sem a presença da imprensa na véspera da partida contra o Bragantino, pelas oitavas de final da Copa do Brasil. A escalação do Corinthians para a partida, embora sem muitas dúvidas, está indefinida.

“Só amanhã”, avisou Mano, sorrindo. “A privacidade é para que a gente possa trabalhar e corrigir os erros com tranquilidade, sem expor esse ou aquele atleta. A intimidade é importante para nós”, continuou.

Mano não gosta da repercussão que as palavras ditas em treinamentos possam ganhar. Quando o meia Jadson chegou ao Corinthians, por exemplo, o técnico se irritou com a exposição de algumas brincadeiras que o goleiro Julio Cesar fez com seu hoje ex-companheiro.

Desta vez, o foco está no parceiro de meio-campo de Jadson. Mano deixou claro que ainda prefere não utilizar Petros, à espera de julgamento no Tribunal Pleno do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), e mantém a dúvida entre Lodeiro e Renato Augusto.

O uruguaio, que estreou no segundo tempo da goleada sobre o Goiás, ganhou a oportunidade de ser titular na derrota para o Grêmio. Jogando fora de casa, Mano teoricamente precisava de um jogador com maior poder de marcação. Contra o Bragantino, é importante abrir vantagem de gols.

Divulgação/Agência Corinthians
Luciano virou titular após os gols sobre o Goiás, mas não foi bem contra o Grêmio (foto: Rodrigo Coca)
No ataque, o Corinthians utilizou Luciano na vaga que era de Romero em Porto Alegre. Autor de três gols sobre o Goiás, a novidade não foi bem e passou a correr o risco de já perder o seu espaço entre os titulares.

Se Mano não inovar, contudo, a formação do Corinthians para enfrentar o Bragantino será a mesma da partida anterior: Cássio; Fagner, Gil, Anderson Martins e Fábio Santos; Ralf, Elias, Lodeiro e Jadson; Luciano e Guerrero.