Futebol/Amistoso - ( - Atualizado )

Coutinho não fala em frustração com a Copa e agradece ao Liverpool

Liverpool (Inglaterra)

Preterido por Luiz Felipe Scolari da última Copa do Mundo, o meia Philippe Coutinho ganhou a oportunidade de participar dos primeiros amistosos no retorno de Dunga à Seleção Brasileira. A boa fase que o jogador ostenta no Liverpool, da Inglaterra, garantiu um lugar na equipe nacional que enfrentará Colômbia e Equador nos Estados Unidos, em setembro.

Ao saber da convocação, Coutinho preferiu comemorar ao desabafar por não ter ido ao Mundial do Brasil. “Eu não vinha sendo convocado antes da Copa do Mundo, então nem criei tanta expectativa. Agora, com essa oportunidade, terei uma honra muito grande de representar o País. Estou bastante feliz”, comentou, em entrevista ao SporTV.

Hoje com 22 anos, Coutinho deixou o Vasco muito jovem, em 2010, para ir à Internazionale. Não conseguiu se firmar no clube italiano, porém se destacou em um empréstimo para o Espanyol e mais ainda quando foi negociado com o Liverpool. Foi na Inglaterra que ele passou a ser cotado para defender a Seleção Brasileira.

AFP
As boas atuações pelo Liverpool levaram Coutinho à nova Seleção Brasileira de Dunga
“Ir para o Liverpool foi importantíssimo. Na Inter, não tive muitas oportunidades, até porque era bem jovem e havia grandes nomes lá. Quando entrava, eu também não correspondia muito bem. Mas, no Liverpool, fui muito bem recebido”, declarou o meia.

Coutinho avisou que já mostrou bastante versatilidade no Liverpool e poderá ser útil a Dunga em posições variadas. “Prefiro não escolher função”, sorriu, com uma animação que contrasta com uma Seleção que ganhou o trauma de uma goleada por 7 a 1 neste ano. “O futebol brasileiro continua sendo muito respeitado. Terei uma responsabilidade enorme de defender um dos maiores países do futebol, sempre com grandes nomes e com uma grande história”, concluiu.