Futebol/Campeonato Brasileiro - ( - Atualizado )

Coxa bate o Vitória e celebra primeira vitória em casa no Brasileiro

Curitiba (PR)

Acabou o jejum do Coritiba no Couto Pereira. O Coxa venceu o Vitória por 2 a 0, em confronto direto contra a zona de rebaixamento, e alcançou a primeira vitoria em casa no Campeonato Brasileiro 2014. O resultado coloca os paranaenses na 17ª colocação, com 15 pontos ganhos, a mesma pontuação do Leão, que fica na vice-lanterna por critérios de desempate.

O Alviverde abriu o placar aos 17 minutos da primeira etapa, com Dudu, que encontrou espaço para chutar e mandou uma bomba para balançar as redes. Depois do intervalo, aos 17 minutos, Keirrison cobrou pênalti sofrido por ele mesmo e fez o segundo.

Na próxima rodada, o Coritiba enfrenta o Palmeiras, em mais um confronto direto, sábado, no Estádio do Pacaembu, em São Paulo. Já o Vitória encara o Figueirense, domingo, no Estádio Manoel Barradas, em Salvador.

O jogo – As equipes começaram a partida se estudando, timidamente tentando buscar os primeiros ataques pelos cantos do gramado. Aos cinco minutos, após falha da zaga rubro-negra, Zé Love dominou na área e foi travado, ficando no chão pedindo pênalti. Aos sete minutos, Dudu cobrou falta colocada e a bola foi pela linha de fundo, com perigo. O Leão estava muito bem postado em campo, apenas esperando uma chance de contra-atacar.

Vanderlei salvou o Coxa aos 13 minutos, defendendo uma cabeçada certeira de Willie, que aproveitou uma chegada em velocidade dos baianos. Porém, na resposta, aos 17 minutos, Dudu recebeu pelo lado direito, procurou espaço e fuzilou para abrir o placar com um golaço. O gol acalmou o Coritiba em campo, enquanto o Vitória se viu obrigado a tentar adiantar sua marcação.

Divulgação/Coritiba
Dudu e Keirrison marcaram os dois gols do Coritiba, que venceu pela primeira vez como mandante no Brasileiro
Dudu fazia grande apresentação, orquestrando o ataque alviverde. Aos 29 minutos, o meia cobrou falta na área e ninguém conseguiu alcançar. Dener aproveitou vacilo da zaga baiana, aos 37 minutos, invadiu a área e chutou cruzado, para fora. O técnico Celso Roth foi obrigado a queimar uma mudança aos 40 minutos, com Dudu saindo de campo com uma lesão na coxa para a entrada de Zé Rafael, que estava cotado para começar jogando.

Para a segunda etapa, o Coritiba voltou com nova mudança. Norberto entrou no lugar de Reginaldo. Mais agudo, o time da casa buscava ampliar o placar para não passar nenhum susto. Aos seis minutos, Zé Love apareceu com liberdade para empurrar para as redes, mas o árbitro marcou o impedimento. Dois minutos depois, o atacante coxa-branca arriscou de longe e Wilson fez grande defesa.

Arte GE.Net
O segundo gol do Coxa estava maduro. Aos 12 minutos, Zé Rafael chutou com categoria, colocado, e Wilson se esticou todo para salvar. Até que, aos 16 minutos, Keirrison invadiu a área e foi travado por Kadu. Pênalti marcado. Na cobrança, o K-9 foi para as redes para marcar o segundo. O Vitória se jogou todo ao ataque, mas a bola não chegava, com o meio-campo bem marcado.

Ao contrário do que acontecia no início da partida, era o Coritiba que esperava para encaixar os contra-ataques. Aos 30 minutos, Zé Love lançou Reginaldo, que chegou ao fundo, mas cruzou torto. O ritmo da partida caiu, com o Alviverde administrando bem o resultado. Aos 39 minutos, já no desespero, William Henrique arriscou de longe, fraco demais. Zé Love, aos 42 minutos, teve a chance de fazer o terceiro, mas chutou por cima da meta. Por sorte não fez falta para garantir os três pontos.