Futebol/Copa do Brasil - ( )

Craque culpa calendário e pré-temporada ruim por lesão

Santos (SP)

Antes de chegar ao Santos, Robinho disputou um amistoso pelo Milan em julho e fez sua última partida oficial em abril. Em ambas, ídolo do Peixe não atuou os 90 minutos. Desde que se tornou novamente jogador do time de Vila Belmiro, Robinho fez quatro jogos em apenas 10 dias e acabou tendo, aos 30 anos, sua primeira contusão muscular na carreira. O estiramento muscular na coxa, sofrido aos 26 minutos do primeiro tempo do duelo contra o Atlético-PR, há sete dias, mostrou ao jogador como o calendário brasileiro pode ser perigoso.

“Não fiz uma boa pré-temporada e o calendário é ruim. Para jogadores que são titulares absolutos é complicado, muito difícil. Se chegarmos até a final da Copa do Brasil, não teremos semana inteira (de treinamento e descanso)”, cobrou o jogador, porém, sem perspectiva de mudanças. “Mas não adianta fazer nada, reclamar. Vamos jogar e pedir a Deus para não nos machucarmos”.

A delegação santista chega a Porto Alegre para o duelo decisivo contra o Grêmio nesta quarta-feira e do Sul parte direto para o Rio de Janeiro, pois encara o Botafogo no próximo domingo, no Maracanã.

“São muitos jogos, vai ser difícil a maratona, mas vamos pensar contra o Grêmio e domingo o Botafogo. Não tenho muito o que falar sobre o calendário”, afirmou, novamente demonstrando desânimo quanto a melhorias.