Futebol/Campeonato Brasileiro - ( )

No Grêmio, Felipão pega Cruzeiro na volta ao "trágico" Mineirão

Belo Horizonte (MG)

Líder do Brasileiro com 33 pontos, o Cruzeiro aposta no fator casa para ampliar a vantagem na ponta da competição nacional. Nesta quinta-feira, a Raposa recebe o Grêmio, às 20h30 (de Brasília), no Mineirão, com casa cheia, já que a torcida celeste tem comparecido em grande número nas partidas no Gigante da Pampulha. Será também a primeira vez que o técnico gremista Luiz Felipe Scolari volta ao local em que a Seleção sofreu a trágica goleada por 7 a 1 diante da Alemanha na Copa.

Assim como em 2013, o Cruzeiro vem mostrando que, dentro do Mineirão, será muito difícil bater a equipe de Marcelo Oliveira. Na temporada passada, a Raposa perdeu apenas dois jogos atuando em seus domínios, enquanto em 2014 o time cruzeirense se mantém invicto jogando nos seus domínios.

Nos 18 jogos já disputados no estádio neste ano, o Cruzeiro venceu 14 partidas e empatou outras quatro. No Brasileirão, em que o Cruzeiro lidera com dois pontos de vantagem para o segundo colocado, a equipe celeste venceu todos os seus cinco compromissos realizados no Mineirão até o momento.

Divulgação/Cruzeiro E. C.
Cruzeiro conta com o apoio de seus torcedores, que têm comparecido em bom número ao Mineirão
“No ano passado alcançamos uma marca muito boa e neste ano não está sendo diferente, talvez até melhor. Com certeza os times que vêm jogar aqui atuam de maneira mais precavida. O Grêmio é um adversário difícil, mas nós temos que nos empenhar ao máximo que assim, vamos ter tudo para conquistar os três pontos e continuarmos firmes na liderança”, disse o lateral Egídio.

Para encarar os gaúchos, o técnico Marcelo Oliveira não poderá contar com o avante Marcelo Moreno. O jogador foi convocado para a seleção da Bolívia, pediu dispensa para atuar pela Raposa, mas, mesmo assim, fica fora contra o Grêmio por questões contratuais, já que ainda tem os direitos ligados ao time de Porto Alegre.

No Grêmio, Luiz Felipe Scolari tem respondido com firmeza à inevitável perguntar sobre a sensação de voltar ao local onde a seleção brasileira, comandada por ele, levou 7 a 1 da Alemanha na semifinal da Copa do Mundo. "É como voltar a Livramento, Bagé, a vida continua. Alguns gostaria de ter me enterrado, mas não morri ainda", disparou o técnico gremista.

Para a partida desta quinta-feira, Felipão poderá contar com a volta de Pará, que cumpriu suspensão na vitória sobre o Criciúma. Matías Rodríguez deixa a equipe. Rhodolfo e Riveros apresentaram dores musculares no início da semana, mas devem jogar. Ainda assim, a formação deve ser a mesma que bateu o Tigre: um 4-3-3 que vira 4-2-3-1 quando o time é atacado, com três volantes no meio (dois deles com liberdade para atacar) e dois pontas que voltam para marcar.

Apesar da grande diferença técnica entre Criciúma e Cruzeiro, o volante Fellipe Bastos, destaque da partida do último domingo, promete um Grêmio com a mesma postura do final de semana: marcando adiantado e pressionando a saída de bola da Raposa: "vamos marcar como contra o Criciúma, esperar para roubar a bola na intermediária para fazer o gol. O Felipão tem frisado que roubarmos a bola no campo do adversário estaremos mais perto da baliza", destacou o meio-campista.

Lucas Uebel/Grêmio FBPA
Luiz Felipe Scolari minimizou retorno ao Mineirão, onde comandou o Brasil no trágico 7 a 1 para a Alemanha
FICHA TÉCNICA 
CRUZEIRO X GRÊMIO

Local: Estádio Mineirão, em Belo Horizonte (MG)
Data: 21 de agosto de 2014, quinta-feira
Horário: 20h30 (de Brasília)
Árbitro: Flávio Rodrigues Guerra (SP)
Assistentes: Marcelo Carvalho Van Gasse (SP) e Anderson José de Moraes Coelho (SP)

CRUZEIRO: Fábio; Mayke, Dedé, Léo e Egídio; Henrique, Lucas Silva, Ricardo Goulart e Everton Ribeiro; Willian e Júlio Baptista
Técnico: Marcelo Oliveira

GRÊMIO: Marcelo Grohe; Pará, Werley, Rhodolfo e Zé Roberto; Ramiro, Fellipe Bastos e Riveros; Luan, Lucas Coelho e Dudu
Técnico: Luiz Felipe Scolari