Futebol/Campeonato Brasileiro - ( )

Denilson elogia quarteto tricolor, mas destaca ‘guerreiros’ da defesa

São Paulo (SP)

A sequência de quatro vitórias consecutivas do São Paulo no Campeonato Brasileiro consolidou o quarteto ofensivo da equipe, formado por Ganso, Kaká, Pato e Alan Kardec. A desconfiança sobre o comprometimento dos quatro jogadores de ataque na marcação, uma das preocupações do técnico Muricy Ramalho, foi desfeita nas últimas partidas, em que meias e atacantes tricolores ajudaram o setor defensivo quando o time não tinha a bola.

Em entrevista coletiva concedida nesta segunda-feira, no CT da Barra Funda, o volante Denilson ratificou os elogios feitos por Muricy e outros jogadores ao quarteto ofensivo, mas fez questão de ressaltar a participação da defesa na sequência vitoriosa do São Paulo.

“São jogadores extremamente maravilhosos (Kaká, Ganso, Pato e Kardec), mas temos que olhar um pouco para os guerreiros que estão lá atrás. O Paulo Miranda tem uma sequência muito boa, com firmeza atrás. Temos também o Toloi e o Edson Silva, que ficou um tempo sem jogar. Esses jogadores merecem ser olhados com carinho”, disse Denilson.

Djalma Vassão/Gazeta Press
Último contratado entre os jogadores do quarteto, Kaká (foto) foi elogiado pelo volante Denilson
O volante considera que o empenho de todos os jogadores foi “fundamental” para a conquista da vice-liderança do Campeonato Brasileiro.

“Kaká, Pato, Ganso e Kardec são ótimos jogadores tecnicamente, que estão ajudando na parte defensiva. Ao mesmo tempo, a gente de trás ajuda os da frente. Isso faz com o que o time se encaixe”, afirmou Denilson, que dedicou um elogio especial ao camisa 8. “O Kaká é um jogador exemplar, um cara fantástico como pessoa e profissional. Ele sabe de suas qualidades técnicas, mas ao mesmo tempo sabe que precisa ajudar. Isso me dá mais vontade de correr pelos quatro”.

Apesar de reconhecer a supremacia do Cruzeiro, “o único time regular do Campeonato Brasileiro”, o volante está confiante. “Além de companheiros, somos uma família. Os jogadores que não estão jogando torcem pelos que estão. Está bonito de ver. O São Paulo está no caminho certo. Se continuar assim, tenho certeza que a gente vai chegar longe”.

Derrota para o Bragantino serviu como lição

A derrota por 3 a 1 para o Bragantino, em pleno Morumbi, no último dia 13, que decretou a eliminação do São Paulo da Copa do Brasil, serviu como lição para o elenco tricolor, na opinião de Denilson. Depois daquele revés, o Tricolor venceu três seguidas no Campeonato Brasileiro.

“Achamos que seria fácil, com todo o respeito ao Bragantino. E o Bragantino engoliu o São Paulo. Depois disso (derrota) conversamos, tenho certeza que nunca mais vai acontecer”, afirmou o jogador, que ainda destacou a melhora da defesa após o vexame em casa. Desde então, o São Paulo não sofreu mais gols pelo alto.

“A gente treinou muita bola parada e entendeu que é preciso ter atenção dobrada nesse quesito. Demos uma melhorada muito boa”, completou.