Futebol/Brasileiro Série D - ( - Atualizado )

Dirigente aponta atrasos, mas contraria crise: “Muitos queriam estar aqui"

Barueri (SP)

Contratado às pressas, na última segunda-feira, José Antônio Bressan chegou ao Grêmio Barueri para assumir o cargo de coordenador geral de esportes, com o intuito de livrar o clube da forte crise financeira, que ultrapassou dois meses de salários atrasados e quatro mensalidades referentes ao direito de imagem.

Entretanto, contrariando o clima instável, que protagonizou um W.O. diante do Operário-MT, em partida válida pela quinta rodada do Campeonato Brasileiro da Série D, o dirigente elogiou a estrutura que possui em mãos e surpreendeu ao expor um possível interesse de outros jogadores em integrarem o plantel da Abelha.

“Tenho 42 anos de futebol e cheguei no Grêmio Barueri para evitar o pior. A partida contra o Tombense poderia, muito bem, não ocorrer. Em curto prazo, convenci o grupo a atuar. Sei que problemas existem, mas não é apenas aqui que ocorre atraso e coisas do tipo. Sou do interior paulista e conheço bem as condições apresentadas pelos clubes do acesso. Portanto, digo com sinceridade: mesmo com salários atrasados, creio que muitos jogadores queriam estar aqui na nossa equipe”, revelou, minimizando o problema de uniformes rasgados e falta de alimentos apresentada nos alojamento do clube, definido como “bom”.

Gazeta Press
José Antônio Bressan assumiu o cargo de coordenador geral de esportes do Barueri em um momento delicado (Foto: Marcos Vieira)
Adiante, Bressan afirmou que ainda existem pendências financeiras do grupo, referente a uma “minoria” – não especificada em algarismo – do plantel. “São jogadores que o clube contratou a longo prazo. Infelizmente, com as adversidades, não pudemos arcar com tais custos. Porém, mesmo com o acerto para alguns, o clube se mostrou fechado e quis atuar. O elenco está unido para lutar”, discorreu.

Questionado pelos torcedores por seu trabalho, que também envolveu um insucesso na Santacruzense-SP, o presidente português Alberto Ferrari foi elogiado pelo novo mandatário.

“É um guerreiro. Não mediu esforços para colocar o time em campo e sofreu com algumas propostas mirabolantes. Estamos juntos na tarefa de resgatar o Grêmio Barueri, que já figurou com autoridade no futebol brasileiro”, encerrou, recordando o elenco de 2009, quando a equipe figurou na 11ª posição na elite nacional, garantindo vaga na Copa Sul-americana, onde atuou com sede em Presidente Prudente-SP.