Futebol/Copa Sul-Americana - ( - Atualizado )

Dividido em duas frentes, Fluminense recebe Goiás pela Sul-Americana

Rio de Janeiro (RJ)

O Fluminense recebe o Goiás na noite desta quinta-feira. pretendendo levar o jogo muito a sério. Afinal, a eliminação surpreendente na Copa do Brasil para o América-RN ainda repercute mal e o clube ainda não tem um título internacional em sua galeria. Mas valorizar o torneio pode ser um complicador em um momento que o Tricolor das Laranjeiras se prepara para uma delicada sequência no Campeonato Brasileiro.

Mesmo na iminência de duelos frenteCorinthians e Cruzeiro. o técnico Cristóvão Borges garante que vai mandar a campo um time capaz de classificar o Fluminense. "É uma competição importante e sabemos muito bem que a torcida deseja esse título. Isso sem falar que a Copa Sul-Americana também pode levar para a Libertadores. Acredito que é importante encararmos a competição com a seriedade que ela merece", promete o técnico.

Se o Fluminense ainda parece dividido, o Goiás garante que a Sul-Americana é prioridade, ainda mais por amargar sequência negativa no Campeonato Brasileiro. O sonho é repetir a campanha de 2010, quando o Esmeraldino chegou à decisão do torneio continental. Naquele ano, os goianos acabaram superados pelo argentino Independiente e ficaram com o vice-campeonato.

Nelson Perez/Fluminense FC
Técnico garante que o Tricolor vai superar os desfalques para não ser novamente surpreendido em mata-mata
"Existe, sim, o desejo de se chegar ainda mais longe nesta Sul-Americana, o que seria muito gratificante. O nosso grupo quer fazer um grande torneio e lutar pelo título, assim como aconteceu naquela ocasião", afirma o técnico Ricardo Drubscky.

O mau momento do Goiás também é assunto no Fluminense, que projeta o adversário 100% focado e mostra preocupação com o tema. "O Gioás vê a Copa Sul-Americana como uma possibilidade concreta de título. Isso vai complicar ainda mais o nosso desempenho, mas temos um compromisso de fazer um grande jogo. Queremos muito passar de fase na competição e vamos batalhar por isso", assegura o zagueiro Elivelton.

Para abrir vantagem no confronto, o Tricolor das Laranjeiras segue sem poder contar com o goleiro Diego Cavalieri, que sofre de gastroenterite e deixa a vaga na equipe titular para Klever. O volante Diguinho, recuperado de lesão no tornozelo, e o meia Wágner, que operou varizes intestinais, estão à disposição. Cristóvão pretende mesclar o time de olho devido à martona de jogos importantes que estão por vir, e a entrada do volante é providencial já que o colombiano Valencia torceu o joelho direito na vitória sobre o Sport.

Nelson Perez/Fluminense FC
Equipes mediram forças pelo Brasileirão no início do mês e o Flu levou a melhor ao vencer por 2 a 0
Do outro lado do embate, Drubscky deixou claro também na escalação que o Goiás vai encarar a Copa Sul-Americana com o máximo de seriedade, tanto que vai escalar o que considera ter de melhor. O desfalque fica por conta do atacante Samuel, que foi emprestado pelo Fluminense e não vai poder atuar por questão contratual. Assim, Erik ganha oportunidade de compor o setor com Bruno Mineiro.

FICHA TÉCNICA
FLUMINENSE X GOIÁS

Local: Maracanã, no Rio de Janeiro-RJ
Data: 28 de agosto de 2014. quinta-feira)
Horário: 18 horas (de Brasília)
Árbitro: Enrique Cáceres (Paraguai)
Assistentes: Rodney Aquino (Paraguai) e Milciades Saldivar (Paraguai)

FLUMINENSE: Klever, Bruno, Henrique, Elivelton e Carlinhos; Diguinho, Jean, Cícero, Darío Conca e Wágner; Fred
Técnico: Cristóvão Borges

GOIÁS: Renan, Valmir Lucas, Felipe Macedo e Jackson; Moisés, David, Thiago Mendes, Tiago Real e Léo Veloso; Erik e Bruno Mineiro
Técnico: Ricardo Drubscky