Futebol Internacional/Mercado - ( - Atualizado )

Douglas chega a Barcelona para exames e diz estar realizando sonho

Barcelona (Espanha)

A realização de um sonho. Foi dessa forma que o lateral direito brasileiro Douglas Pereira definiu sua chegada a Barcelona na manhã desta sexta-feira. Contratado junto ao São Paulo por 4 milhões de euros, o jogador deverá assinar contrato com duração de cinco temporadas com o clube catalão e foi a Espanha para realizar exames médicos antes de se juntar ao elenco azul-grená e firmar o acordo.

Logo após o desembarque, Douglas se mostrou orgulhoso de chegar a um grande clube do futebol europeu. “Estou muito feliz e realizado por tudo aquilo que aconteceu agora na minha vida. Estar podendo representar a camisa de um grande clube, que é almejado por diversos jogadores no mundo, é algo que me deixa contente e espero retribuir tudo isso dentro de campo”, declarou ao canal oficial de mídia do clube.

Considerando que a chegada ao Barcelona representa o topo da carreira, Douglas não vê a hora de retribuir a confiança dentro de campo. “Para mim é o top, é tudo. Espero poder representar a equipe, dar um pouquinho de mim e aprender muito também, contribuindo com a camisa do Barcelona”, falou. “É muito gratificante estar vestindo essa camisa”, acrescentou o jogador de 24 anos.

Divulgação
Contratado para vaga do compatriota Dani Alves, Douglas quer trabalhar para retribuir confiança

Ao falar acerca das expectativas para integrar o grupo, o brasileiro se mostra disposto a aprender e se adaptar às diferenças. “Tenho muito a aprender e quero aprender. O nível de jogo é muito diferente do Brasil, é um jogo mais tático. Quero trabalhar bastante para conquistar meu espaço”, garantiu.

Sobre o fato de jogar ao lado de grandes estrelas do futebol mundial, como Xavi, Iniesta, Messi e Neymar, Douglas afirma estar realizando um grande objetivo pessoal. “São os caras que eu vi jogar a vida inteira. Neymar estava no Brasil, joguei contra ele, é um cara sensacional que representa a camisa brasileira. O restante eu sonhei a vida toda em jogar com eles, hoje eu tenho a oportunidade de realizar isso”, comentou o lateral, que usará o número 16 às costas, camisa que pertencia a Sergio Busquets (que pegou a 5 após a aposentadoria de Puyol).