Futebol/Campeonato Brasileiro - ( - Atualizado )

Eduardo Silva ainda não é visto como titular por Luxemburgo

Rio de Janeiro (RJ)

O atacante Eduardo da Silva tem feito a diferença a favor do Flamengo. Ele tem sido decisivo entrando no segundo tempo dos jogos, como nos triunfos contra Sport, por 1 a 0, e Atlético-MG, por 2 a 1, quando anotou o gol decisivo, ou como neste domingo, quando fez o segundo tento nos 2 a 0 sobre o Criciúma, dando tranquilidade ao time.

Diante deste cenário, ele já é tratado como o xodó por parte dos torcedores, que pedem a sua entrada logo que começa o segundo tempo. O tema foi levado ao técnico Vanderlei Luxemburgo, que ainda não trata o brasileiro naturalizado croata como titular absoluto.

Vanderlei tem procurado tratar com cautela o bom momento de Eduardo da Silva e lembra que na Europa é muito comum jogadores que se destacam permanecerem no banco de reservas pelo fato de a estratégia estar dando certo.

“Fora do Brasil se contrata jogadores para que eles possam entrar apenas no decorrer dos jogos e manter o bom ritmo dos que estavam no campo e se desgastaram. Aqui, só porque o jogador marcou nos últimos jogos já se pede ele como titular. Mas precisamos agir com calma, pois não sabemos se ele ainda tem condições de manter o mesmo rendimento entrando desde o começo e atuando os noventa minutos. Vamos trabalhar com tranquilidade. Ainda não sei quando ele vai ser titular e se soubesse não teria nenhum problema em falar”, avisou Vanderlei.

Divulgação/Flamengo
Eduardo da Silva é um dos destaques do Flamengo após a Copa do Mundo; Jogador defendeu a Croácia no Mundial

O jogador se mostra humilde quando questionado sobre a luta por posições. Não cobra um lugar no time acha injusto que se credite a ele os bons momentos que o Flamengo vem passando. “Não existe isso de um jogador ter estrela e entrar em campo para resolver. O que existe é a força do grupo que acaba ajudando a todos terem um bom rendimento em campo. O Flamengo é formado por um grupo de jogadores que estão fazendo o possível para tirar esse time da zona da confusão no Campeonato Brasileiro, como bem o Vanderlei Luxemburgo vem falando. Conseguimos resultados importantes, mas a caminhada ainda é muito longa e agora teremos a Copa do Brasil para nos preocupar ainda. Portanto, vamos manter o foco apenas no time do Flamengo”, disse Eduardo da Silva.

O jogador defendeu a seleção da Croácia na Copa do Mundo disputada entre junho e julho deste ano no Brasil. Quando a delegação croata estava em São Paulo, ele começou as negociações com o diretor de futebol do Flamengo, Felipe Ximenes, porém, o anúncio ocorreu apenas após a participação da Croácia no Mundial, na qual foi eliminada ainda na primeira fase.

Ainda sobre a possível titularidade, existe a possibilidade de Eduardo da Silva começar entre os 11 no jogo contra o Coritiba, nesta quarta-feira, às 22h (de Brasília), no Estádio Couto Pereira, em Curitiba (PR), pelo confronto de ida das oitavas de final da Copa do Brasil. Isso porque Vanderlei Luxemburgo vem falando que a prioridade no Ninho do Urubu é afastar de vez o risco de rebaixamento no Campeonato Brasileiro. Sendo assim, pode acabar preservando alguns titulares no duelo contra os paranaenses. Como a segunda-feira foi de trabalho apenas para os atletas não relacionados para o jogo contra o Criciúma, a tendência é que a equipe seja definida apenas na atividade prevista para esta manhã de terça-feira.

O Flamengo é o atual campeão da Copa do Brasil, título que defende e que dá ao vencedor uma vaga na Copa Libertadores.