Futebol/Campeonato Brasileiro - ( - Atualizado )

Elenco agradece torcida e promete apoio com vitória para Gareca ficar

São Paulo (SP)

Sem vencer no Campeonato Brasileiro e na zona de rebaixamento, Ricardo Gareca não descartou pedir demissão e avisou que tem limites. Torcedores já manifestaram apoio para o técnico ficar no Palmeiras organizando um abaixo-assinado na internet. Os jogadores prometem ser mais práticos e eficientes: querem apoiar o chefe com vitórias.

“Todo apoio dá força para seguir, mas a maior responsabilidade para dar apoio e força é nossa, em campo. A torcida nos tem deixado muito contentes pelo apoio, carinho e força que nos dão pelas redes sociais, publicamente e, principalmente, no campo, mas o maior apoio ao técnico é dos jogadores nos jogos”, declarou Mouche.

Na reapresentação do elenco na manhã desta terça-feira, após folga no dia seguinte à derrota para o São Paulo, Gareca demorou cerca de 45 minutos para aparecer no campo da Academia de Futebol, ficando fora da reunião do preparador físico Néstor Bonilo com o elenco. Também não foi tão participativo quanto costuma no coletivo, fazendo pouco mais do que apitar faltas.

Divulgação
Técnico cogita sair, mas time quer ajudá-lo vencendo (Cesar Greco/Ag Palmeiras)
Mas Mouche vê o compatriota ainda animado para continuar no cargo. “Sinto o Gareca com muita vontade e compromisso. Ele é muito profissional, trabalha ao máximo no dia a dia e é muito responsável no que faz. Vejo-o com muita força e temos que lhe dar apoio em campo a cada partida”, prosseguiu o atacante.

O camisa 14 nunca tinha trabalhado com o ex-técnico do Vélez Sarsfield, mas é seu fã. “Sempre tive um respeito muito grande pelo Gareca porque é um treinador muito ganhador e profissional. Antes de trabalhar com ele, tive companheiros que sempre falarem muito bem de seu trabalho, atitude e compromisso com a equipe”, contou.

“Precisamos ter confiança nele e na equipe. Somos um grupo unido e trabalhando para ir adiante, puxando o técnico e com um técnico que confia em seus jogadores. Temos que seguir trabalhando e melhorando e esperamos resultados rapidamente”, continuou Mouche, evitando opinar com mais detalhes sobre os “limites” de Gareca.

“É uma opinião do treinador e tenho que respeitar. Contamos com ele, com seu trabalho e compromisso, dá tudo e trabalha ao máximo em cada treinamento. Só temos que nos preocupar em me adaptar ao seu estilo de jogo e resolver em campo, dando tudo. O que nos falta são só os três pontos para melhorar”, definiu.