Futebol/Campeonato Brasileiro - ( - Atualizado )

Em busca dos 11 ideais, Kleina tenta primeira vitória em sua nova casa

Salvador (BA)

O técnico Gilson Kleina chegou recentemente ao comando técnico do Bahia e ainda não encontrou a formação ideal da equipe, que empatou com o Corinthians no último fim de semana, em São Paulo. Agora, o treinador vai em busca de sua primeira vitória, que, caso aconteça, será marcada também pela estreia na Arena Fonte Nova, em Salvador. O adversário será o Criciúma, nesta quarta-feira, às 21 horas (de Brasília).

O Tricolor de Aço aparece na vice-lanterna do Campeonato Brasileiro. Porém, uma vitória nesta 16ª rodada poderá colocá-lo até na 12ª colocação, graças a pouca diferença de pontos dos times da parte de baixo da classificação. Kleina convocou 22 jogadores para o compromisso e terá a presença de retornos importantes.

Os laterais Roniery e Guilherme Santos, ao lado do atacante Rhayner, voltam após cumprirem suspensão pelo terceiro cartão amarelo. O meio-campista Marcos Aurélio esteve ausente do último compromisso por virose, mas também estará à disposição para enfrentar o Criciúma. O volante Fahel não poderá atuar porque está suspenso.

Mesmo em casa, o Bahia não terá vida fácil na Fonte Nova. Além do confronto contra os catarinenses ser direto – já que eles também aparecem nas posições inferiores da tabela – o adversário precisa vencer mais do que nunca, devido à péssima fase que atravessa na disputa nacional: cinco rodadas sem vencer.

Arte GE.Net
FICHA TÉCNICA
BAHIA X CRICIÚMA

Local: Arena Fonte Nova, em Salvador (BA)
Data: 20 de agosto de 2014, quarta-feira
Horário: 21 horas (de Brasília)
Árbitro: Pablo dos Santos Alves, de Espírito Santo (ES)
Assistentes: Fabiano da Silva Ramires e Vanderson Antonio Zanotti, ambos do Espírito Santo (ES)

BAHIA: Marcelo Lomba; Railan, Demerson, Titi, Raul; Fahel, Rafael Miranda, Léo Gago e Emanuel Bianchucci; Maxi Bianchucci e Kieza
Técnico: Gilson Kleina

CRICIÚMA: Luiz; Eduardo, Fábio Ferreira, Gualberto e Giovanni; Serginho, Martinez, João Victor, Paulo Baier; Silvinho e Gustavo
Técnico: Wagner Lopes