Futebol/Campeonato Brasileiro - ( - Atualizado )

Fábio revela piada de Marcos após falha e agradece a ídolo por apoio

São Paulo (SP)

A derrota por 1 a 0 do Palmeiras para o Atlético-MG, na noite de quarta-feira, não apagou as grandes defesas que Fábio fez na partida. Criticado por ter cometido falhas contra São Paulo e Sport, o jogador foi mantido no time por Ricardo Gareca e recebeu a ajuda dos demais goleiros do elenco, além dos conselhos e até piadas do ídolo Marcos.

“Ele brinca muito comigo e só tenho a agradecer por todo o apoio que me deu. O Marcos disse que nem comecei direito e já tenho um gol na carreira, mas contra (risos). Procurei levar como brincadeira, é o espírito do futebol e tenho de pensar em reverter a situação adversa”, comentou.

Titular do Palmeiras durante o período em que Fernando Prass se recupera de cirurgia no cotovelo direito, Fábio errou uma saída de bola no clássico contra o São Paulo e viu a jogada terminar no gol de Alexandre Pato. Já diante do Sport, o jogador falhou ao tentar tirar uma bola de soco e acabou mandando contra o próprio gol, alegando ter sido empurrado na jogada.

“A semana passada foi turbulenta, porque falhei contra o São Paulo e acabei tendo um vacilo contra o Sport, mas goleiro não pode se abater. Tenho de absorver elogios e críticas e procurar no campo mostrar o melhor possível”, afirmou.

Divulgação
Fábio se destacou com boas defesas na derrota para o Atlético-MG (Foto: Cesar Greco/Ag Palmeiras)
Mesmo com os lances de infelicidade, o atleta seguiu na equipe na vitória sobre o Coritiba e se destacou com defesas difíceis diante do Atlético-MG, pela Copa do Brasil. O jogador explicou que teve uma longa conversa com o dono da posição antes de enfrentar os mineiros.

“Antes do jogo contra o Atlético, o Prass ficou por mais de uma hora conversando comigo. Ele me apoia, assim como o Bruno, o Deola e o Marcos, que me liga também. Só tenho que manter o foco, ficar de cabeça tranquila e fazer o melhor”, acrescentou.

Formado nas categorias de base do clube, Fábio foi promovido aos profissionais em 2010, na época de Luiz Felipe Scolari, mas acabou emprestado na sequência para o Juventus. Já os primeiros jogos na equipe principal alviverde só chegaram em 2013. Agora, é o reserva imediato de Fernando Prass.

“Substituir o Marcos e o Prass é um cargo de muita responsabilidade. Estou com 24 anos, mas tenho em mente o que quero para mim. Há muito a evoluir e vou manter os pés no chão, trabalhando e ajudando meus companheiros da melhor maneira possível”, completou.