Futebol/Campeonato Brasileiro Série A - ( - Atualizado )

Goleiro Volpi celebra presença na área em escanteio: "Consegui atrapalhar"

Florianopolis (SC)

Quando o quarto árbitro sinalizou cinco minutos de acréscimos no Orlando Scarpelli, o Figueirense teve um escanteio ao seu favor, no setor direito. Adotando a lógica do ‘tudo ou nada’, o goleiro Tiago Volpi deixou sua meta e invadiu o domínio defendido pelo Atlético-MG. A tática ofensiva surtiu efeito.

Marco Antônio fez cobrança aberta e Thiago Heleno, postado ao lado do companheiro goleiro, teve calma para dominar a bola e enxergar Clayton. Substituto de Jean Carlos, o jovem atacante ergueu a cabeça e chutou com consciência, no canto esquerdo de Victor, para decretar o placar de 2 a 2, em partida válida pela 15ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Após o lance, Volpi, aliviado, celebrou a presença providencial que teve no setor defensivo mineiro, mas também destacou os méritos do dianteiro durante a conclusão. “Consegui atrapalhar o Victor, que tentou sair do gol. Queira ou não, tiramos um pouco a atenção dos defensores. Depois disso o Thiago Heleno teve méritos para achar o Clayton, que concluiu muito bem, tirando qualquer chance de defesa”, celebrou, em entrevista ao SporTV.

O tento não tirou os comandados de Argel Fucks – expulso no compromisso após reclamar de pênalti marcado em favor do Galo – da zona de rebaixamento, mas faz o Furacão do Estreito respirar. A equipe florianopolitana chega aos 14 pontos, mesma soma do Palmeiras, e fica atrás do Alviverde apenas nos critérios de desempate. Os palestrinos, detentores da 17ª posição, inauguram a degola.

A uma unidade do Vitória, primeira equipe longe do descenso, o Figueira volta a campo nesta quarta-feira, às 19h30 (de Brasília), diante do Botafogo, também em Florianópolis. Resta saber se, no novo encontro de alvinegros, os sulistas terão sorte distinta.