Futebol/Campeonato Brasileiro - ( )

Guerrero se conforma em defender o Peru e confirma interesse inglês

São Paulo (SP)

Três dias após anunciar que tentaria ser dispensado de compromissos da seleção peruana, o centroavante Paolo Guerrero se conformou em virar desfalque do Corinthians no Campeonato Brasileiro e na Copa do Brasil. Suas declarações não haviam sido bem recebidas em seu país, que acusou o clube de pressioná-lo a não viajar.

“Tenho que ir para a minha seleção. Como acontece com todos os jogadores brasileiros, também devo ir. Infelizmente, não poderei estar aqui. Tentei falar com o treinador do Peru (o uruguaio Pablo Bengoechea), que está experimentando alguns jogadores, mas precisam de mim lá. Tenho que ir”, disse Guerrero, referindo-se aos amistosos contra o Iraque em 5 de setembro, em Dubai, e contra o Catar no dia 9, em Doha.

Preocupado com as frequentes convocações de Guerrero, o técnico Mano Menezes ainda corre o risco de perder o seu centroavante definitivamente. O peruano confirmou que despertou interesse em West Ham e Sunderland, da Inglaterra, conforme havia noticiado a imprensa europeia.

Sergio Barzaghi/Gazeta Press
Na mira de clubes ingleses, Guerrero não conseguiu se livrar dos compromissos da seleção peruana
“Fiquei sabendo desses dois times. Sei que houve o interesse, que contataram o Corinthians. Mas não posso falar mais porque não sei detalhes”, comentou Guerrero, que virou ídolo no clube do Parque São Jorge ao marcar os gols alvinegros do Mundial de Clubes de 2012.

Em relação à possibilidade de voltar à Europa, o centroavante adota a mesma postura que teve ao ser convocado pelo Peru. “Todos os jogadores querem ir para lá, mas estou concentrado no Corinthians neste momento. Estou muito focado. Quero ser campeão”, priorizou.

Guerrero tem justificado em campo tamanha disposição. Na noite desta quinta-feira, por exemplo, ele marcou de cabeça o primeiro gol do Corinthians na vitória por 5 a 2 sobre o Goiás, em Itaquera. “Agora é esperar o Grêmio”, sorriu, já de olho no jogo de domingo, em Porto Alegre.