Centenário do Palmeiras - ( )

Inspirador do Palestra parabeniza clube por centenário e quer amistoso

São Paulo (SP)

A excursão da Pro Vercelli ao Brasil em agosto de 1914 mudou os destinos do futebol nacional. Cem anos depois da viagem que inspirou a criação do Palestra Itália, Massimo Secondo, presidente da equipe europeia, parabeniza o Palmeiras pelo aniversário histórico e sonha com a possibilidade de promover um amistoso entre os dois times.

No começo do século XX, a Associação Paulista de Esportes Atléticos disputava o comando do futebol local com a Liga Paulista de Futebol. Em uma demonstração de força, a LPF trouxe o Torino para uma série de jogos em São Paulo. Para não ficar atrás, a Apea acertou com a Pro Vercelli.

O time originário do Piemonte, fundado em 1892, era uma das principais potências do futebol italiano. Campeã nacional nas temporadas de 1908, 1910, 1911, 1912, 1913, a Pro Vercelli, a convite da Apea, disputou cinco partidas em São Paulo e mexeu com a numerosa colônia da cidade.

Inspirados pelas presenças de Torino e Pro Vercelli, Luigi Cervo, Vicente Ragognetti, Luigi Marzo e Ezequiel Simone idealizaram a fundação do Palestra Italia. À Gazeta Esportiva, Massimo Secondo, orgulhoso pela ligação com o time brasileiro, deu as boas-vindas ao Palmeiras no clube dos centenários.

Gazeta Esportiva - A excursão da Pro Vercelli ao Brasil em 1914 inspirou a criação do Palestra Itália. Cem anos depois, o clube é um dos maiores do Brasil e tem mais de 12 milhões de torcedores. Como atual presidente, é um orgulho saber disso?
Secondo - É um grande prazer saber que a Pro Vercelli inspirou algo que continua tendo grande importância até os dias de hoje. Gosto de pensar que a Pro Vercelli ajudou a escrever uma parte da história do futebol não apenas na Itália, mas também no exterior. Acredito que as pessoas de Vercelli são – e devem ser – orgulhosas disso.

Gazeta Esportiva - Você gostaria de trazer a Pro Vercelli ao Brasil para uma partida amistosa contra o Palmeiras?
Secondo - Nós definitivamente adoraríamos ter a oportunidade de jogar um amistoso contra uma equipe importante como o Palmeiras. Seria também uma ótima ocasião para celebrar a ligação histórica indissolúvel que existe entre Pro Vercelli e Palmeiras, uma ligação de 100 anos!

Reprodução
A equipe foi chamada em São Paulo de “Squadra Representativa Italiana”, o que levou alguns a acreditarem que se tratava da seleção. No detalhe, Massimo Secondo, atual presidente da equipe da cidade de Vercelli.
Gazeta Esportiva - O que você conhece sobre a história do Palmeiras? 
Secondo - Sei que o Palmeiras foi fundado depois da excursão da Pro Vercelli ao Brasil. Sei também que a equipe teve e continua tendo sucesso no futebol, mas também em outros esportes. Essa é outra semelhança que dividimos, já que a Pro Vercelli foi poliesportiva desde o começo. Por fim, sei que o Palmeiras conquistou vários títulos nacionais, a Copa Libertadores e foi declarado o Campeão do Século do futebol brasileiro.

Gazeta Esportiva - Que mensagem você gostaria de deixar na ocasião em que o clube chega ao seu centenário de fundação?
Secondo - O 100º aniversário é um grande marco para um time de futebol e gostaria de dar as boas-vindas ao Palmeiras no clube dos centenários. É fantástico ver o que o Palmeiras fez em seu primeiro século de vida. Quero desejar outros 100 anos de sucesso e glória para o clube.

Gazeta Esportiva - Atualmente, a Pro Vercelli disputa a Série B do Campeonato Italiano. Acha possível retornar à elite já nesta temporada?
Secondo - A princípio, nosso objetivo é evitar o rebaixamento para depois planejar a sequência do campeonato. Se tivermos apoio de nossos parceiros e patrocinadores, algo que infelizmente está faltando diante da situação econômica atual, a ideia de lutar para retornar à Série A não será uma ilusão.