Futebol - ( - Atualizado )

Jadson pede fim dos deslizes, mas aponta turno inteiro pela frente

São Paulo (SP)

Na péssima rodada do fim de semana para o Corinthians, o time caiu para a quarta colocação do Campeonato Brasileiro e viu a diferença para o líder Cruzeiro crescer para oito pontos. A briga por uma vaga na Copa Libertadores já parece um objetivo muito mais realista, mas Jadson jura que a primeira posição ainda é a meta.

“A equipe está pensando em ser campeã. Então, não pode ter mais deslizes. Já perdemos pontos valiosos que estavam nas nossas mãos. Deixamos escapar uma grande oportunidade de ganhar fora de casa, contra o Grêmio, mas precisamos continuar trabalhando, concentrados”, afirmou.

Se o Corinthians vacilou, o primeiro colocado derrotou o Goiás, em Goiânia. “O Cruzeiro, além de ter uma grande equipe, está fazendo resultados dentro e fora de casa. Mas nossa equipe tem condições, sim, de alcançar o Cruzeiro. Tem o segundo turno inteiro. Dá para conseguir boas vitórias e chegar”, disse o meia.

Divulgação/Agência Corinthians
Jadson tem esperança de um melhor aproveitamento na segunda metade do Brasileiro
No momento em que aumenta a diferença, o time do Parque São Jorge tem problemas no horizonte. Melhor da equipe nas últimas partidas, Guerrero não atuará no fim de semana, suspenso, e, convocado para a seleção peruana, será baixa em ao menos mais um jogo do Brasileiro. Gil, Elias e Lodeiro, também convocados para defender seus países, serão outras baixas.

“Claro que a equipe vai sentir um pouco a falta desses jogadores, porque são jogadores de qualidade e estão fazendo muito bem o trabalho deles. Mas temos um elenco forte, tem gente esperando a sua oportunidade. Quando entrar, vão dar conta do recado”, apostou Jadson.