Futebol/Campeonato Brasileiro Série A - ( )

Levir Culpi aponta falta de brilho individual como ponto fraco

Belo Horizonte (MG)

O técnico Levir Culpi procurou várias formas para tentar explicar mais um resultado ruim do Atlético-MG no Campeonato Brasileiro, mas acabou por admitir que o time não conseguiu jogar bem diante do Flamengo. O treinador apontou a falta de brilho individual dos atletas alvinegros como um dos pontos que prejudicaram a equipe, culminando no revés.

“Não existe explicação que contente alguém em um jogo como esse. Me pareceu um jogo altamente físico, com aquela motivação do Flamengo, mais ou menos igual ao Atlético-MG quando joga em casa. Nós não tivemos um jogo individualmente bom. Ninguém se destacou individualmente, e isso foi o nosso maior problema”, analisou.

Para Levir Culpi, o duelo no Maracanã foi jogado mais na base de vontade e da parte física que na técnica. O treinador deu nota seis para os comandados, justificando que o Flamengo teve mais motivação para vencer a partida, no Maracanã, por isso, superou o Galo, que mesmo tendo corrido bastante tropeçou nos próprios erros.

“O time foi nota seis. Não conseguimos superar o adversário e eles superaram pela força, motivação, pela corrida, mas isso eu não cobro do nosso time porque não ficou ninguém sem correr. O jogo não foi muito tático, técnico, foi na verdade um jogo físico com emoção como acontece com Flamengo e Atlético-MG normalmente”, declarou.