Futebol/Copa do Brasil - ( - Atualizado )

Levir Culpi comemora vantagem magra e rechaça relaxamento na volta

Belo Horizonte (MG)

O técnico Levir Culpi entende que o Atlético-MG controlou bem as ações no jogo contra o Palmeiras, e poderia, inclusive, ter vencido por um placar mais elástico se não fosse o goleiro Fábio, que fez grandes defesas, salvando o Verdão de derrota ainda maior. O treinador, no entanto, deixa claro que o Galo enfrentou um clube de tradição, o que valoriza o triunfo alvinegro.

“Considerando as oportunidades, com o goleiro deles pegando umas três ou quatro bolas muito boas, a gente finalizando bem, e considerando essa situação a gente poderia até ter feito mais. Aquela história, estamos enfrentando o Palmeiras, um clube de tradição”, analisou.

Mesmo com a vitória por apenas 1 a 0, Levir Culpi avalia que o Atlético-MG conquistou uma vantagem importante, mas frisa que o confronto ainda não está definido. O treinador rechaçou qualquer possibilidade do Galo entrar em campo relaxado no jogo de volta, no Independência.

“Sem dúvida o resultado deu tranquilidade, mas não ao ponto de afrouxar no próximo jogo. O gol fora de casa é muito importante também. O resultado foi muito legal e temos uma boa vantagem, mas vamos ter um clássico novamente, Atlético-MG e Palmeiras, e não dá para se descuidar”, declarou.

Questionado sobre a possibilidade de poupar jogadores, Levir Culpi foi claro que afirmar que não vai poupar ninguém e que ainda espera o retorno do lesionado para deixar o time ainda mais forte. “Eu não penso em poupar jogadores. Espero que os outros voltem logo também para aumentar o leque, porque o campeonato é muito complicado”, concluiu.

Djalma Vassão/Gazeta Press
O treinador, mesmo com a vantagem construída, não quer saber de relaxamento na partida de volta em BH