Futebol/Campeonato Brasileiro Série B - ( - Atualizado )

Mais tranquilo e esperançoso, zagueiro da Lusa mira continuidade

São Paulo (SP)

A Portuguesa conseguiu interromper a incômoda série negativa que a deixou na lanterna da Série B, derrotou o Vila Nova na última rodada do primeiro turno, e voltou a alimentar as esperanças do torcedor que começa a sonhar com a recuperação na segunda divisão. Até mesmo o clima entre os jogadores mudou: o discurso agora, que mira a continuidade dos bons resultados, carrega mais tranquilidade.

“Sabemos da responsabilidade que nós temos. No fim, tivemos a sorte de aquela bola ter sobrado para o Gabriel (Xavier) e ele ter convertido em gol. Uma vitória que passa certa tranquilidade, passa uma esperança de que nosso trabalho não está sendo em vão. Temos muita coisa pela frente para que possamos dar continuidade no segundo turno”, projetou o zagueiro Luciano Castán.

A primeira chance de mostrar para o torcedor que o cenário é totalmente diferente será na próxima terça-feira, contra o Joinville, no Canindé. Desde que assumiu a equipe, apesar de ter apresentado uma evidente melhora no futebol demonstrado dentro de campo, o treinador Silas ainda não conseguiu vencer no estádio rubro-verde, o que se torna mais um motivo para embalar os seus comandados.

“O time estava jogando bem, mas, por detalhes, não conseguíamos sair com a vitória. Queremos dar muita alegria para a nossa torcida, não vencemos no Canindé ainda com o Silas, então, na próxima terça-feira, vamos entrar com a mesma dedicação que mostramos no último jogo para dar à torcida a vitória que ela merece”, completou o defensor rubro-verde.

Após a vitória desta terça-feira, a Portuguesa deixou a zona de rebaixamento, chegou aos 17 pontos conquistados, assumindo a 18ª colocação. Em caso de derrota do Oeste, no jogo contra o Joinville, nesta sexta-feira, a equipe do Canindé termina o primeiro turno apenas a dois pontos das equipes fora da degola.