Futebol/Campeonato Brasileiro - ( - Atualizado )

Mano acha que merecia vencer, mas admite: “Faltou ser mais incisivo”

São Paulo (SP)

O Corinthians não teve uma grande atuação no empate por 1 a 1 contra o Bahia, na noite deste sábado, mas o técnico Mano Menezes entende que seu time merecia o resultado positivo em Itaquera. O treinador só lamenta pelo time não ter sido mais eficiente na frente para derrotar os visitantes.

“No segundo tempo, nós merecemos vencer o jogo, porque tivemos controle e volume, mas faltou botar a bola para dentro e ser mais incisivo. Tem de posicionar melhor, porque estávamos encontrando mais facilidades pelos lados. Quando é assim, sabemos que o cruzamento vai chegar na área, e os jogadores têm de entender e fazer a leitura. Quando conseguimos fazer bem, quase vencemos o jogo”, afirmou.

O Corinthians criou suas melhores oportunidades em jogadas aéreas, principalmente com Guerrero. No entanto, quem acabou mandando para a rede foi Gil, depois de cruzamento do peruano. Antes disso, o Bahia já havia feito o primeiro gol, em cabeceio de Kieza.

Sergio Barzaghi/Gazeta Press
Mano entende que faltou mais precisão na hora de buscar a vitória contra o Bahia, em Itaquera
Mano isenta a defesa de culpa pelo lance do gol, alegando que o árbitro Anderson Daronco não marcou impedimento do atacante. No entanto, o treinador não gostou das faltas cometidas pelo Corinthians nas proximidades da própria área, sendo que o gol de Kieza saiu justamente em bola parada.

“Iniciamos bem o jogo, mas depois começamos a ceder alguns espaços e fizemos repetidas faltas, mesmo sabendo que não podíamos fazer, porque a bola parada é uma das forças do Bahia. Não tinha necessidade de tantas faltas naquele momento, foi um pouco de precipitação nossa. Em uma dessas bolas, sofremos o gol, levemente em impedimento”, avaliou.