Futebol - ( - Atualizado )

Mano celebra melhor partida do Corinthians em produção ofensiva

São Paulo (SP)

“Quando a gente arrisca no ataque, sofre na defesa. Mas foi maravilhoso”, resumiu Elias, comemorando a vitória por 5 a 2 do Corinthians sobre o Goiás. O técnico Mano Menezes fez avaliação parecida, compreendendo o preço pago na defesa por um ímpeto ofensivo bem maior – e que acabou dando resultado.

“A partida é bem elucidativa sobre tudo o que sempre se fala: para ter uma produção ofensiva maior, você tem que correr mais risco defensivamente. Hoje, valeu a pena, e a equipe se colocou com superioridade no jogo”, afirmou o gaúcho. “Como controle de jogo, foi a melhor partida do Corinthians, a melhor produção ofensiva.”

Mano usou números para mostrar sua equipe “amplamente superior”, com 12 finalizações no primeiro tempo e 13 no segundo, e apontar um resultado “muito justo”. Ele explicou as alterações que fez a partir do intervalo, com a entrada de Luciano pelo lado direito.

Sergio Barzaghi/Gazeta Press
Jogadores de frente do Corinthians deixaram o comandante Mano Menezes bastante satisfeito
“Estava matando o Jadson ter que acompanhar a passagem do lateral (Lima). A falta de um dos atacantes no David dava liberdade excessiva ao Goiás. Com o Luciano pelo lado e a centralização do Jadson, a gente mudou para o 4-2-3-1, o que acabou sendo decisivo”, comentou.

Independentemente de esquema, Mano aprovou o ímpeto ofensivo de seus jogadores, liberados por ele para se mandar à frente. “A equipe vai criando confiança. E essa confiança se dá com repetição, entrosamento. Faz até arriscar um pouco, sabendo que eles têm respaldo para isso.”