Futebol/Campeonato Brasileiro - ( )

Oportunista no segundo tempo, Sport vence Criciúma e encosta no G-4

Recife (PE)

Goleado pelo Fluminense no último fim de semana, o Sport se recuperou neste domingo no Campeonato Brasileiro. Jogando na Ilha do Retiro, a equipe comandada pelo técnico Eduardo Baptista derrotou o Criciúma por 2 a 0, em partida válida pela 18ª rodada da competição nacional. Neto Baiano e Danilo, nos primeiros minutos do segundo tempo, garantiram os três pontos ao Leão.

Com a vitória, o time pernambucano subiu para 28 pontos e se aproximou do G-4. Já o Criciúma permaneceu na zona de rebaixamento, com 17 pontos.

O Sport volta a campo nesta quarta-feira, quando tenta, no Barradão, reverter a derrota por 1 a 0 sofrida em casa contra o Vitória, pela segunda fase da Copa Sul-Americana. No dia seguinte, o Criciúma enfrenta o São Paulo, no Morumbi, também pelo jogo de volta da segunda fase da competição internacional (o primeiro jogo foi vencido por 2 a 1 pelos catarinenses).

O jogo – A primeira oportunidade clara de gol foi criada pelo Criciúma, aos seis minutos do primeiro tempo. Souza dominou a bola no ataque, percebeu a passagem de Cléber Santana e tocou na medida para o meia, que rematou com força na entrada da área. Magrão espalmou e Vitor afastou o perigo, mandando a bola para escanteio.

Principal contratação do Sport no segundo semestre, o meia Diego Souza começou a partida como titular, e falta de condições físicas do jogador ficou evidente logo aos nove minutos de jogo, quando o meio-campista pediu substituição e deu lugar a Zé Mário.

Uma desatenção do goleiro Luiz, aos 27, quase originou a abertura do placar. O volante Rithely aproveitou a sobra de um cruzamento e, da meia-lua, finalizou de primeira. O chute, que parecia despretensioso, quase surpreendeu o arqueiro do Criciúma, que por pouco não espalmou a bola para dentro do gol.

A principal arma do Criciúma quase se virou contra os catarinenses aos 30. Felipe Azevedo puxou rápido contra-ataque para o Sport e abriu a bola na esquerda, para Zé Mário, que entrou na área e, desequilibrado, chutou à esquerda do gol de Luiz, levando perigo.

Um erro na saída de bola do Criciúma, aos 39 minutos, proporcionou nova chance para o Sport. O lateral esquerdo Renê recebeu a bola e, da entrada da área, finalizou de esquerda, obrigando Luiz a espalmar a bola para escanteio. Na sequência do lance, Danilo cruzou para a área e Rithely cabeceou com perigo, à esquerda da meta defendida por Luiz.

O Criciúma respondeu à altura aos 43. Cortez avançou pela esquerda e cruzou na segunda trave: Rafael Costa apareceu para finalizar e acertou a trave do goleiro Magrão.

Arte GE.Net
Os catarinenses foram para o vestiário com a sensação de que poderiam ter aberto o placar nos lances finais da primeira etapa. Aos 45, Cléber Santana recebe na ponta esquerda, ajeitou a bola para o meio e finalizou – o chute passou perto da trave esquerda de Magrão. Como o árbitro viu um desvio da defesa rubro-negra no lance, o Criciúma teve escanteio para cobrar, e acertou a trave novamente: com Fábio Ferreira, de cabeça.

O gol, que teimou em não sair no primeiro tempo, foi marcado logo aos cinco minutos da segunda etapa. Patric cobrou falta na área, Rithely desviou de cabeça e Luiz espalmou. No rebote, Neto Baiano, livre, só empurrou para o fundo das redes.

Dois minutos mais tarde, o Sport ampliou o marcador. Em rápido contra-ataque, Felipe Azevedo tocou na medida para Danilo, que entrou na área e finalizou com força na saída do goleiro Luiz.