Futebol/Mercado - ( - Atualizado )

Para não caracterizar fracasso, Santos só aceita vender Damião

Santos (SP)

Antes mesmo de completar um ano no Santos, já se cogita a saída de Leandro Damião para um clube do exterior. Os investidores da Doyen Sports, grupo maltês que desembolsou R$ 42 milhões para tirar o centroavante do Internacional, não contavam com o insucesso de Damião com a camisa do Peixe e uma rejeição tão forte de boa parte da torcida. Por isso, a Doyen vê com bons olhos uma negociação por empréstimo para um clube europeu. A intenção é valorizar seu jogador de olho em uma venda satisfatória.

No entanto, o Santos não pretende repassar seu camisa 9 antes do fim da temporada porque entende que um empréstimo neste momento daria a sensação de ‘fracasso’. Leandro Damião tem contrato de cinco anos com o Peixe, que após o fim do vínculo terá de pagar o valor investido com juros e correções ao grupo maltês.

Como ter de ressarcir a Doyen Sports após cinco anos representaria um rombo financeiro no clube, o Santos espera negociar Leandro Damião, porém, não por empréstimo e nem neste momento. Mas entende o interesse da Doyen, que tem conversado com outros clubes atrás de um bom negócio. Só uma venda de Leandro Damião por um valor acima de R$ 42 milhões daria lucro ao clube da Baixada Santista.

Divulgação/Santos FC
Leandro Damião trabalha para vencer a desconfiança dos santistas (foto: Vinicius Vieira/Santos FC)
Porto-POR, Benfica-POR e Milan-ITA apareceram nos últimos dias como possíveis interessados no futebol do jogador que tem passagens pela Seleção Brasileira. Porém, nenhuma proposta oficial chegou ao Santos.

Aliás, em Portugal a contratação de Damião é vista como possibilidade pequena, pois o Porto recentemente fechou com Aboubakar, que era do Lorient, da França, e não pretende ter outro centroavante. Apenas caso se o Valencia-ESP ou o Milan-ITA comprassem Jackson Martinez, destaque do clube português, uma vaga no time ficaria aberta. Já o Benfica estava prestes fechar com Hernández, do Palermo, mas a negociação melou. Com isso, Leandro Damião virou uma hipótese no clube, porém, o grande problema é o alto salário do jogador. Nem Porto nem Benfica estão dispostos a pagar o que o brasileiro recebe mensalmente jogando no Peixe. Se a Doyen quiser mesmo colocar Damião no Benfica, terá que entrar em acordo e, talvez, arcar com boa parte dos vencimentos.

A janela de transferências europeia fecha dia 31, no próximo domingo. Portanto, a não ser que uma grande oferta apareça nos próximos dias, Leandro Damião deve seguir vestindo a camisa do Santos, pelo menos até o fim da temporada, quando a ideia de vender o jogador deverá ser retomada. Cabe a Damião buscar dar a volta por cima o quanto antes, pois a cobrança já parte de todos os lados. Tanto Doyen quanto o clube estão aflitos com o fraco desempenho do jogador, além do torcedor, que já não tem a mesma paciência com seu ‘homem-gol’.

Em 23 jogos pelo Santos, Damião marcou seis gols, sendo apenas um no Campeonato Brasileiro - marcado contra o Atlético-PR, que quebrou um jejum de mais de quatro meses sem balançar as redes. Uma pubeíte e uma torção no tornozelo também afastaram o atleta dos campos por aproximadamente três meses e acabaram colaborando com o desempenho aquém do esperado.