Futebol/Campeonato Brasileiro - ( - Atualizado )

Para Oswaldo, lesão de Robinho “não parece grave”

Santos (SP)

A queda de Robinho no gramado da Vila Belmiro aos 26 minutos do primeiro tempo fez o torcedor santista levar as mãos à cabeça. Com a mão na parte posterior da coxa direita, o camisa 7 precisou ser substituído por Rildo e virou uma grande incógnita para o clássico contra o São Paulo, no próximo domingo, no Morumbi.

“A situação do Robinho não me parece tão grave, não sentiu fisgada, foi tipo uma cãibra, que a perna embola, musculatura posterior. Ainda não há previsão, vai ser examinado amanhã (quinta), com cuidado para termos ideia do que vai acontecer”, disse o técnico Oswaldo de Oliveira na coletiva de imprensa, logo após a vitória sobre o Atlético-PR por 2 a 0.

Caso Robinho não fique à disposição, Rildo deve ganhar uma nova oportunidade entre os titulares. “Claro que a saída de um jogador que já tinha levado perigo e já tinha criado jogadas agudas, é claro que me preocupou. O Rildo tem atuado bem. É agressivo também e fez uma boa partida. Acho que com a entrada do Rildo a gente não perdeu o controle do jogo, acho que o Santos teve o controle”, analisou o treinador.

Robinho, que antes de estrear pelo Santos dia 10, no clássico contra o Corinthians, havia atuado pela última vez em 25 de abril. Contra o Furacão, o camisa 7 estava indo para sua quarta partida em apenas 10 dias. Agora, fica a expectativa sobre a gravidade da lesão do Rei das Pedaladas. “Claro que prefiro que o Robinho esteja em ordem, mas a gente sabe que essas coisas vão acontecer na competição”, minimizou Oswaldo.

Fernando Dantas/Gazeta Press
Robinho precisou ser substituído por Rildo e virou uma grande incógnita para o clássico contra o São Paulo