Futebol - ( )

"Parcialmente satisfeito", Mano acha que Corinthians criou para vencer

Cuiabá (MT)

Mano Menezes não achou ruim a atuação do Corinthians na derrota por 1 a 0 para o Bragantino, no primeiro confronto entre as equipes pelas oitavas de final da Copa do Brasil. O treinador reclamou de irregularidade no gol e, evidentemente, não deixou a Arena Pantanal totalmente satisfeito.

“Parcialmente satisfeito. Ou vão achar que perder é bom, né?”, afirmou o gaúcho, que preferiu começar o jogo em Cuiabá com os titulares Fagner e Jadson no banco. Os substitutos Ferrugem e Renato Augusto não conseguiram um bom desempenho na capital de Mato Grosso.

“As substituições são normais em um grupo de qualidade como o nosso. Não penso que as alterações tenham interferido no rendimento da equipe, que jogou bem, criou várias oportunidades de gol claríssimas em um jogo contra um adversário que tem a tradição de marcar forte”, comentou o técnico.

Divulgação/Agência Corinthians
Para Mano, as mexidas na escalação não atrapalharam o Corinthians (foto: Daniel Augusto Jr.)
Ele julgou que o Corinthians “criou o suficiente para vencer”, mas esse não foi o motivo de o placar ser considerado injusto. “Falar de justiça em futebol é bem difícil. Se você tem dez oportunidades e não faz e o adversário faz com duas oportunidades, ele tem mérito. Apenas acho que foi falta no lance do gol. Nesse aspecto, foi injusto.”

Julgando seu time perseguido desde a suposta agressão do meia Petros ao juiz Raphael Claus, Mano procurou se conter nas queixas a Leandro Bizzio Marinho. Durante o jogo, mais uma vez, irritou-se muito. “Você viu errado. Não reclamei da arbitragem. Achei falta no lance. O árbitro achou diferente. Temos que encarar com normalidade.”