Futebol/Campeonato Brasileiro Série A - ( - Atualizado )

Peixe recebe Furacão para quebrar jejum e se reabilitar no Brasileiro

Santos (SP)

Santos e Atlético-PR se enfrentam nesta quarta-feira, na Vila Belmiro, com o mesmo objetivo em mente: encostar no pelotão de cima do Campeonato Brasileiro. A partida, que começa as 19h30 (de Brasília) e é válida pela 16ª rodada da competição, representa muito para o time da Baixada Santista. Afinal, o alvinegro praiano perdeu os últimos três jogos, despencou na tabela e agora só pensa em vencer na sua casa para não entrar em crise.

'"Difícil. Temos que apertar o ritmo", avisou Robinho, ídolo e grande arma do Santos nesta quarta-feira. "Momento difícil, três derrotas. Temos que sair dessa situação”, pediu o capitão Edu Dracena, que voltou ao time titular contra o Cruzeiro e deve fazer sua segunda partida seguida após retornar de lesão.

Para o jogo, Oswaldo também vai contar com os retornos de David Bráz e Alison, ambos estiveram suspensos na última partida e retomam seus postos nas vagas de Bruno Uvini e Alan Santos, respectivamente. E o setor defensivo preocupa pelas bolas aéreas. Já são cinco gols sofridos de foram consecutivos nesta jogada.

“Claro, sempre (preocupa). Temos trabalhado e procurado melhorar”, disse o treinador, que deve manter a equipe titular.

Leandro Damião e Thiago Ribeiro, ambos em má fase técnica e questionados por alguns torcedores devem iniciar jogando ao lado do Rei das Pedaladas.

Um vitória é considerada primordial para o Santos nesta quarta-feira. No fim de semana, o time faz clássico contra o São Paulo, no Morumbi, e, além de ganhar moral, pretende chegar ao San-São mais próximo do G-4. Caso contrário, o clima em Santos pode voltar a ficar pesado com a sequência de resultados negativos.

Ricardo Saibun/Santos FC
O Santos recebe o Atlético-PR nesta quarta-feira, na Vila Belmiro, pela 16ª rodada do Brasileirão

A partida é considerada chave para pretensões do Furacão na competição também. Com 23 pontos ganhos, pode novamente colar no G-4 em caso de vitória. Se tropeçar, reabilita um adversário direto, que encostaria com o mesmo número de pontos. Por isso, mesmo jogando fora de casa, o foco é conseguir encontrar equilíbrio em campo para se defender, mas, se tiver oportunidades, matar o jogo no ataque.

O técnico Doriva deverá realizar apenas uma mudança na zaga. Cleberson recebeu o terceiro cartão amarelo, e Dráusio ficará com a vaga. No meio-campo, possibilidade de reforçar o setor defensivo com o volante Otávio no lugar do meia Bady existe, mas a tendência é não mexer, assim como no ataque, com Douglas Coutinho ficando como opção para o segundo tempo no lugar de Cléo.

De volta ao time, sempre tentando ganhar espaço no elenco, Dráusio garante que o Rubro-Negro está preparado para surpreender o Peixe e sair da Vila com os pontos. "Nossa equipe está preparada sim para enfrentar o Santos de igual para igual, mesmo dentro da Vila. Temos condições de sair com um bom resultado. Nosso time tem provado que tem condições de brigar pelo G-4, pelas posições na parte de cima da tabela", avaliou.

A confiança do defensor só não é maior do que o respeito ao adversário, especialmente diante de jogadores como Robinho, embora a atenção seja total. "Se observarmos, todos os clubes que enfrentamos têm um ou dois jogadores que são diferenciados. Temos que ter atenção com a equipe toda do Santos, porque todos têm qualidade", concluiu.

Arte GE.Net

FICHA TÉCNICA
SANTOS X ATLÉTICO-PR

Local: Estádio Urbano Caldeira, Vila Belmiro, em Santos (SP)
Data: 20 de agosto de 2014, quarta-feira
Horário: 19h30 (de Brasília)
Árbitro: Igor Junio Benevenuto (MG)
Assistentes: Celso Luiz da Silva (MG) e Marcus Vinicius Gomes (MG)

SANTOS: Aranha, Cicinho, David Bráz, Edu Dracena e Mena; Alison, Arouca e Lucas Lima, Thiago Ribeiro, Robinho e Leandro Damião.
Técnico: Oswaldo de Oliveira

ATLÉTICO-PR: Weverton, Sueliton, Cleberson, Léo Pereira e Natanael; Deivid, João Paulo, Bady (Otávio) e Marcos Guilherme; Marcelo e Cléo.
Técnico: Doriva