Futebol/Copa Sul-americana - ( )

Ranieri pede Bahia mais ofensivo contra o Internacional

Salvador (BA)

Na partida contra o Atlético-PR pelo Campeonato Brasileiro, o técnico Gilson Kleina modificou taticamente o Bahia trocando o volante Léo Gago pelo lateral-esquerdo Diego Macedo.

A mudança foi bem vista pelo elenco tricolor e pelo lateral esquerdo de ofício Ranieri. O jogador pediu para a escalação permanecer desta forma, contra o Internacional, nesta quarta-feira, às 21h (de Brasília), no Beira-Rio

"Foi uma surpresa. Ele entrou, deu mais opção pelo lado, assim como eu poderia subir também. Detalhe bom que, assim como o Diego, temos outros bons jogadores para desempenhar", comentou o jogador ao jornal Bahia Notícias.

Ranieri completou: “Eu, assim como todo grupo, vi uma melhora no time. Conseguimos marcar muito forte uma equipe com grande poder ofensivo, com jogadores rápidos, e isso é bom. Mas, ao mesmo tempo, também sabemos que precisamos agredir mais, ser mais fortes ofensivamente”, finalizou. Desfalques: O Tricolor Baiano não poderá contar com pelo menos dois jogadores para o confronto desta quarta-feira contra o Inter. O atacante Marcos Aurélio e o também atacante Rhayner não jogam.

Marcos Aurélio tem contrato com a equipe gaúcha e está vetado. Já Rhayner permaneceu em Salvador com dores musculares e sequer viajou para Curitiba, onde o Bahia jogou contra o Atlétic-PR. O atleta deve se juntar ao elenco na quinta-feira, após o jogo pela Sul-americana, ainda em Porto Alegre.