Futebol/Bastidores - ( - Atualizado )

Técnico nega pressão para escalar Fred e cita 'maravilhoso' legado da Copa

Rio de Janeiro (RJ)

A última Copa do Mundo marcou negativamente a trajetória do centroavante Fred no futebol. Apontado como um dos principais responsáveis pelo insucesso verde e amarelo, o centroavante também passou por uma má fase no Fluminense, que acabou neste domingo, quando marcou dois gols no triunfo tricolor sobre o Sport, no Maracanã, pelo placar de 4 a 0, em partida válida pela 17ª rodada do Campeonato Brasileiro.

O jejum de gols vivido nas Laranjeiras evidenciou uma possível pressão externa para que Fred fosse escalado. Porém, o técnico Cristóvão Borges negou veementemente tal fato. “Não entendo o motivo das pessoas falarem isto. Antes da Copa, ele era titular absoluto e vinha marcando vários gols. Infelizmente, esse ‘legado maravilhoso’ do Mundial o manchou, como se ele fosse culpado de tudo o que ocorreu com a Seleção Brasileira”, enfatizou, em entrevista ao SporTV.

Adiante, Cristóvão explicou o motivo da ausência de gols no período pós-Mundial, mas voltou a depositar confiança de gols em seu principal dianteiro. “Entendo que houve uma queda técnica, mas ele vinha jogando com frequência. Fred é o mesmo para mim. Ele passou dificuldades, principalmente um desgaste emocional, mas se reergueu e encontra espaço no Fluminense pois somos criativos. É um jogador que possui nossa confiança”, detalhou.

Na quinta posição, com 29 pontos somados, totalizando uma campanha de nove vitórias, dois empates e seis derrotas, a equipe das Laranjeiras tem como próximo compromisso o Corinthians. O duelo ocorre neste domingo, às 16 horas (de Brasília), na Arena de Itaquera.

Nelson Perez/Fluminense FC
Cristóvão Borges reforçou a confiança de Fred e entendeu o jogador como vítima do fracasso no último Mundial