Futebol Internacional/Copa Sul-americana - ( )

Times tentam administrar vantagem no jogo de volta da Sul-americana

Cochabamba (Bolívia)

Depois de vencer por 2 a 0 na partida de ida, no Uruguai, o Peñarol tenta confirmar a classificação para a segunda fase da Copa Sul-americana nesta quinta-feira, às 22h (de Brasília), quando visita o Jorge Wilstermann no Estádio Félix Capriles, em Cochabamba, na Bolívia. O tradicional time uruguaio, que tenta evitar uma humilhante eliminação precoce, terá pela frente uma altitude superior a 2.500 metros.

Com o resultado conquistado na partida de ida, o Peñarol pode até mesmo ser derrotado por um gol de diferença ou até mesmo por dois gols, desde que consiga balançar as redes rivais. Isso porque os tentos anotados como visitante valem para critério de desempate. Aos bolivianos resta devolver os 2 a 0, forçando a disputa de pênaltis, ou golearem por três ou mais gols de vantagem.

AFP
Jogando com o regulamento, Peñarol quer conservar vantagem para garantir classificação (Foto:Miguel Rojo/AFP)

No mesmo horário, só que no Estádio Coloso de Palmaseca, em Cali, na Colômbia, o Deportivo Cali recebe o modesto UTC, do Peru. Como os dois times empataram sem gols na ida, quem ganhar avança e novo 0 a 0 forçará a disputa de pênaltis. Empate com gols serve aos peruanos.

Um pouco mais cedo, às 19h30 (de Brasília), acontecem duas partidas. Caracas e Inti Gas, do Peru, duelam no Estádio Olímpico, em Caracas, na Venezuela. Mesmo longe de casa, os venezuelanos ganharam na ida por 1 a 0 e agora estão em situação bem tranquila.

Outro peruano em ação, o César Vallejo recebe o Millonarios, da Colômbia, no Estádio Mansiche, em Trujillo. Na ida o time do Peru surpreendeu ao ganhar por 2 a 1 e tem grandes chances de aprontar para cima dos colombianos.

Já às 17h (de Brasília), no Estádio Jardines del Hipodromo, em Montevidéu, no Uruguai, o Danubio recebe o Deportivo Capiatá, do Paraguai. Na ida os paraguaios ganharam por 3 a 1 e agora podem ser derrotados até mesmo por um gol de diferença.

AFP
Após ser surpreendido dentro de casa, colombianos do Millonarios precisam vencer para avançar (Foto:Eitan Abramovich/AFP)