Futebol/Campeonato Brasileiro - ( - Atualizado )

Tinga afirma que temeu pela carreira após lesão e agradece apoio

Belo Horizonte (MG)

Muito querido pelos companheiros de clube, o volante Tinga sofreu uma grave contusão em um treinamento do Cruzeiro, fraturando a fíbula e tíbia da perna direita, e precisou ser operado. O lance que gerou a lesão de Tinga aconteceu em uma dividida de bola com o goleiro reserva Rafael, jogada que ainda está viva na cabeça de Tinga.

"O lance foi muito rápido. Normal de treino. Lembro que o Dagoberto jogou a bola para mim, quando virei, já houve um choque. A bola estava mais para o Rafael do que para mim. Foi um contato mesmo, normal do futebol. Até hoje, a gente não pôde identificar o que aconteceu”, disse Tinga, que revela que logo depois do choque já sabia que tinha fraturado a perna.

“Pelo barulho, eu percebi que minha perna tinha quebrado. Um barulho como madeira quebrando. Quando fui levantar a perna, o pé ficou. A partir dali que comecei a sentir dor. É muita, você não consegue ver muito o que se passa por causa disso", afirmou.

Tinga disse ainda que chegou a temer pela continuidade da carreira. "Foi a primeira coisa que veio à minha cabeça. Primeira vez que tive uma lesão grave na minha carreira. Quando você olha a perna, a fratura. Algumas pessoas que já sofreram falam que já tinha acabado para elas. Meu desespero foi esse. Não era o fim que esperava para mim. Graças a Deus, já na ambulância, o médico foi me acalmando. Falou que sofri a fratura mais simples que poderia ter ocorrido”, comentou.

Por fim, Tinga agradeceu o apoio que vem recebendo na recuperação. "Lembro do Nilton chorando, do Moreno, Dagoberto, Ceará, o Marlone disse uma palavra que confortou bastante. Depois também houve um apoio de muitos jogadores, da diretoria, do presidente, da mulher do presidente. São coisas que a gente vê que eles têm muito carinho. Estou há dois anos no clube e parecem 20 anos já, tamanha a identificação. Através dos problemas tenho tido uma aliança maior com o Cruzeiro", concluiu.

Washington Alves/Vipcomm/Divulgação
Tinga está fora do Campeonato Brasileiro e temeu pela carreira após quebrar a perna em treino do Cruzeiro