Futebol/Copa Sul-americana - ( - Atualizado )

Vitória espanta má fase, bate Sport na Ilha e fica perto das oitavas

Recife (PE)

O Vitória amarga a lanterna da Série A do Campeonato Brasileiro, mas ainda assim conseguiu esquecer a crise vivida na competição nacional para dar um importante passo na Copa Sul-americana. A equipe baiana estreou no torneio continental na noite desta quinta-feira, contra o Sport, na Ilha do Retiro, e venceu o adversário por 1 a 0. Ainda no primeiro tempo, Marcinho marcou o golaço que garantiu o resultado positivo.

Com o triunfo já no primeiro jogo, o Vitória carrega uma grande vantagem para a partida da volta, que será realizada na próxima quarta-feira, às 22 horas (de Brasília). O time baiano, jogando ao lado do torcedor, no Barradão, pode até empatar para se classificar às oitavas de final. O adversário nas oitavas de final saíra do confronto entre River Plate (URU) e Emelec (QUE).

Marcinho abre o placar em grande estilo

Ao lado de sua torcida mais uma vez em um confronto mata-mata, o Sport queria mostra sua força na Ilha do Retiro, e abrir uma boa vantagem no confronto nordestino. Sendo assim, tentou colocar velocidade no início de jogo, principalmente com Ananias. Do outro do campo, porém, o Vitória não se intimidava, aproveitava os espaços deixados pelo time da casa, e também assustava.

O jogo, portanto, era aberto na Ilha do Retiro, e foi a equipe visitante que aproveitou melhor as oportunidades que teve. Logo aos nove minutos de jogo, Ayrton puxou o contra-ataque em velocidade pela direita, cruzou rasteiro para o meio, Marcinho chegou de trás, e bateu no ângulo para colocar o Vitória em vantagem. Era o balde de água fria sobre a torcida pernambucana.

O gol deixou o Sport perdido em campo. A equipe da casa não conseguia criar, via o Vitória ainda oferecer perigo, e Eduardo Baptista resolveu mudar. O treinador, que havia perdido uma alteração por causa da lesão do zagueiro Ewerthon Páscoa, acionou o meia Diego Souza antes mesmo do intervalo. O Leão da Ilha melhorou, mas ainda era pouco para um time que precisava fazer o resultado.

Sport pressiona, mas amarga derrota na Ilha

O cenário que se projetava para o segundo tempo parecia evidente: o Sport partiria para o ataque em busca do resultado positivo em casa, enquanto o Vitória administraria o placar. Com a bola rolando, porém, foram os visitantes que assustaram no primeiro momento, logo aos seis minutos, quando Willie carimbou o travessão e Guilherme Beltrán perdeu a chance no rebote.

Era o susto que os anfitriões precisavam para acordar. A partir de então, o Sport passou a dominar o jogo. Aos 10, Neto Baiano desviou de cabeça para fora, e, cinco minutos depois, participou de um lance incrível. O atacante recebeu o passe de Ibson, tocou na saída do goleiro e acertou a trave. No rebote, Luiz Gustavo chutou contra Patric, a bola voltou a ronda a linha, mas teimou em não entrar.

A pressão seguiu nos minutos finais, mas, além de criar poucas chances, os donos da casa ainda eram ameaçados. Com os jogadores no campo de ataque, o Sport seguia dando espaços, e Dinei quase marcou o segundo do Vitória. Em outro contra-ataque, já aos 40 minutos, Vinícius saiu na cara de Magrão, e errou o toque por cobertura. Sem qualquer reação, o Leão da Ilha aceitou a derrota.

Confira os resultados desta quinta-feira (classificados em negrito):

Danubio (URU) 2 x 2 Deportivo Capiata (PAR)
Fluminense 2 x 1 Goiás (primeiro jogo)
Caracas (VEN) 1 x 0 Inti Gas Deportes (PER)
Cesar Vallejo (PER) 2 x 2 Millonarios (COL)
Criciúma 2 x 1 São Paulo (primeiro jogo)
Deportivo Cali (COL) 3 x 0 UT Cajamarca (PER)
Sport 0 x 1 Vitória (primeiro jogo)
Jorge Wilstermann (BOL) 0 x 4 Peñarol (URU)