Futebol/Campeonato Brasileiro Série B - ( - Atualizado )

Assunção não aceita reserva e rescinde contrato com a Portuguesa

São Paulo (SP)

A Portuguesa está em situação muito complicada, amarga a penúltima colocação da Série B do Brasileiro, e perdeu o jogador mais renomado de seu elenco nesta terça-feira. Ao ficar sabendo que estaria no banco de reservas mais uma vez, o volante Marcos Assunção procurou a diretoria rubro-verde e rescindiu o seu contrato, que seria até a metade da próxima temporada.

Maior aposta da gestão de Ilídio Lico para tirar a Portuguesa da briga contra o rebaixamento à Série C do Campeonato Brasileiro, Marcos Assunção não conseguiu emplacar uma boa sequência de jogos. Além da falta de mobilidade em campo, o volante também não usou a sua principal arma, sem conseguir transformar a bola parada da Lusa em arma letal para o adversário.

Desta forma, o experiente jogador perdeu o seu lugar, antes cativo, entre os titulares. No jogo contra o Vila Nova, na semana passada, o treinador Silas deixou Marcos Assunção na reserva, viu a Portuguesa jogar melhor e vencer por 2 a 1. Nesta terça-feira, a história se repetiu: com a intenção de manter o embalo na competição, o comandante não alterou o meio de campo, porém não teve sucesso.

Ao receber a notícia de que olharia a partida do banco de reservas mais uma vez, Marcos Assunção se irritou e conversou com a diretoria, chegando à rescisão de contrato. Dentro de campo, a Portuguesa não respondeu bem à ausência do experiente volante, foi derrotada por 2 a 1 pelo Joinville, e estacionou na penúltima colocação, com apenas 18 pontos, em situação muito delicada.