Futebol/Bastidores - ( - Atualizado )

Auditor do STJD que julgou Grêmio já ironizou negros em rede social

São Paulo (SP)

O auditor do STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva) Ricardo Graiche, um dos cinco responsáveis pelo julgamento que determinou a exclusão do Grêmio da Copa do Brasil, apagou sua conta no Facebook. Algumas fotos publicadas por Graiche que ironizavam ou ridicularizavam os negros teriam motivada a exclusão do perfil.

Em uma das imagens compartilhadas pelo auditor, uma boneca negra aparece em um rótulo de refrigerante, acompanhada da pergunta “quer um gole?” e risadas de Graiche.

O auditor decidiu apagar seu perfil no Facebook por causa da repercussão que as polêmicas fotos provocaram na rede social.

Reprodução/Facebook
Ricardo Graiche compara boneca negra a famosa marca de refrigerante: "Quer um gole?"
Por unanimidade, o STJD decidiu excluir o Grêmio da Copa do Brasil pelas ofensas racistas proferidas por gremistas contra o goleiro Aranha, durante a partida entre o Tricolor Gaúcho e o Santos, na última quinta-feira, pelas oitavas de final da Copa do Brasil. O departamento jurídico do Grêmio recorrerá da decisão no Pleno do STJD, mas, por ora, o Peixe está classificado para as quartas de final da competição nacional sem precisar disputar o jogo de volta.

Além da eliminação da Copa do Brasil, o Grêmio foi condenado a pagar R$ 50 mil pelas ofensas contra Aranha. Os agressores que foram identificados também acabaram punidos, e não poderão assistir a jogos de futebol no estádio pelo período de 720 dias.

O árbitro Wilton Pereira Sampaio foi condenado a uma suspensão de 45 dias e pagamento de R$ 800 de multa por não ter colocado em súmula as ofensas a Aranha, fazendo-o apenas através de um adendo, após ver imagens de televisão sobre o fato. Os auxiliares - Kleber Lúcio Gil e Carlos Berkenbrock - pegaram 30 dias e multa de R$ 500.

Reprodução/Facebook
Graiche compara mão de uma pessoa negra a chocolate e sugere que homem negro é macaco