Futebol/Copa do Brasil - ( - Atualizado )

Botafogo busca regularidade para não correr riscos no Brasileirão

Rio de Janeiro (RJ)

Pela primeira vez no Campeonato Brasileiro o Botafogo conseguiu ganhar duas partidas consecutivas. O 1 a 0 sobre o Santos deixou o time com 22 pontos, um pouco mais distante da zona de rebaixamento. Agora a distância para o Criciúma, que é o melhor colocado na zona de queda, é de cinco pontos. Mesmo assim não existe tranquilidade em General Severiano. Isso porque o técnico Vagner Mancini e os jogadores sabem que é fundamental manter a regularidade para de fato não correr mais riscos.

"O nosso principal desafio realmente é manter a regularidade, pois precisamos de um desempenho melhor do que temos para que a nossa situação melhore de vez no Campeonato Brasileiro. Estamos trabalhando neste sentido", disse o meia Daniel, autor do belo gol que deu o triunfo sobre o Peixe.

O atacante Emerson concorda com o companheiro. Na visão dele, porém, o Botafogo não precisa de mais qualidade para manter a regularidade e sim de uma entrega constante dos jogadores em campo. "Quando deixamos o marasmo, a preguiça mesmo de lado, as coisas acontecem. Quando cada um pensa na parte coletiva o nosso jogo consegue fluir", discursou. "Não me empolgo com esta vitória sobre o Santos porque a nossa situação está longe de estar boa na tabela de classificação e precisamos de mais regularidade" afirmou.

AFP
Sheik quer companheiros focados para que o Botafogo supere má fase na temporada (foto: Vitor Silva/SSPress)
O técnico Vagner Mancini segue a mesma linha de raciocínio do atacante, pedindo para que o Botafogo tenha alma e lute "em cada centímetro do campo", pois só assim a equipe conseguirá alcançar a regularidade no Brasileirão. "Nossa situação ainda não é boa no Campeonato Brasileiro, mas estamos mostrando que podemos nos afastar da zona de queda se mantivermos essa pegada. Vamos trabalhar nesta linha de raciocínio", disse Mancini.

Apesar de buscar a regularidade no Campeonato Brasileiro, o Botafogo vai ter que mudar um pouco o foco, já que na quarta-feira o time enfrenta o Ceará a partir das 22 horas (de Brasília), na Arena Castelão, em partida que vale vaga nas quartas de final da Copa do Brasil. Como perdeu na ida por 2 a 1, o Glorioso terá que vencer marcando dois ou mais gols para avançar no tempo normal. Se devolver o resultado, o time alvinegro força a disputa de pênaltis.