Futebol - ( )

Corinthians faz 104 anos na esperança de reviver glórias pós-centenário

São Paulo (SP)

A segunda-feira é de festa para os torcedores do Corinthians. Na esperança de comemorar uma conquista nacional até o final do ano – disputa o Campeonato Brasileiro e a Copa do Brasil –, o clube tem recentes bons motivos para festejar os seus 104 de fundação neste dia 1º de setembro.

Se não ganhou título algum em 2010, quando celebrou o seu centenário, o Corinthians ainda não passou em branco nas temporadas que se seguiram. Sob o comando de Tite, venceu o Campeonato Brasileiro em 2011, a Copa Libertadores da América e o Mundial de Clubes em 2012 e o Campeonato Paulista e a Recopa Sul-americana em 2013.

Em 2014, a equipe iniciou um processo de reformulação conduzido por Mano Menezes. Saíram jogadores marcantes em anos anteriores, como o atacante Emerson Sheik, líderes, como o zagueiro Paulo André, e até alvos de grande investimento, como o hoje são-paulino Alexandre Pato.

Técnico do Corinthians na temporada do centenário, Mano voltou para reformular um elenco campeão
O novo Corinthians de Mano fracassou no primeiro semestre, sendo eliminado precocemente do Campeonato Paulista, na penúltima rodada da fase classificatória. Àquela altura, o técnico já tinha argumentos para acelerar as modificações na equipe. Atletas como os recém-chegados meia Jadson e volante Petros viraram fundamentais no sistema implantado.

No Campeonato Brasileiro, o Corinthians alternou altos e baixos para se manter na parte de cima da tabela, o que fez Mano clamar por reforços no recesso para a realização da Copa do Mundo. Chegaram o zagueiro Anderson Martins, o volante Elias, o meia uruguaio Lodeiro e o atacante paraguaio Romero. O treinador ainda quer mais. Sonha com Nilmar e com outro defensor, para repor a perda de Cleber para o alemão Hamburgo.

Paralelamente ao Brasileiro, o Corinthians avançou às oitavas de final da Copa do Brasil. Superou Bahia de Feira, Nacional-AM e Bahia antes de iniciar com derrota por 1 a 0 o confronto com o Bragantino. A chance de reverter o tropeço será na noite de quarta-feira, na arena que o clube estreou em 2014, sem os jogadores convocados por suas seleções (Gil, Elias, Lodeiro e Guerrero).

Acervo/Gazeta Press
Há 100 anos, Corinthians conquistou o Campeonato Paulista de 1914, o primeiro título de sua história
Com ou sem reposições para os seus desfalques, Mano Menezes tem demonstrado confiança para, aos 104 anos de Corinthians, buscar inspiração em 2011, 2012 e 2013 e não repetir a falta de títulos do centenário.

Será também em 2014 que o Corinthians comemorará outro aniversário de 100 anos – o do primeiro título de sua história, o do Campeonato Paulista de 2014, assegurado de forma invicta.