Futebol/Copa do Brasil - ( - Atualizado )

Coxa credita eliminação na Copa do Brasil na conta da arbitragem

Rio de Janeiro (RJ)

O Coritiba levou para o Rio de Janeiro uma vantagem de três gols para tentar seguir na Copa do Brasil, mas caiu diante do Flamengo no tempo normal no Maracanã, por 3 a 0 e foi eliminado nas penalidades, em uma partida com lances discutíveis. O goleiro Vanderlei tentou fazer sua parte, defendendo três penalidades, mas os cobradores alviverdes não colaboraram e quatro deles desperdiçaram.

A conta da derrota, no entanto, caiu sobre a arbitragem de Wagner Reway. Com dois pênaltis polêmicos marcados no primeiro tempo, o árbitro, na avaliação dos jogadores, foi fundamental para o resultado. Sem muito a falar, Zé Love, que chutou sua cobrança no travessão e foi protagonista de um dos lances duvidosos, preferiu não responder sobre os motivos da eliminação. “Pergunte para o juiz”, afirmou na saída de campo.

Medindo as palavras para não se complicar depois, o zagueiro Leandro Almeida falou sobre a revolta com a arbitragem, mas não deixou de lembrar a falta de competência do time na hora de converter as cobranças de pênalti. “É difícil falar numa hora dessas. Viemos jogar honestamente e o juiz prejudicou nossa equipe. Peço desculpas, porque também não fomos felizes na cobrança das penalidades”, analisou.

Estreante da noite, o experiente volante Rosinei garante que o time não entrou disperso por conta da vantagem, e também não poupou críticas à atuação do árbitro. “Não entramos acomodados, todo o tempo o time estava determinado, antenado, ligado nas jogadas. É difícil jogar contra o Flamengo na casa deles, a pressão seria grande. Não vamos desmerecer o resultado deles, mas fomos prejudicados. Todos viram algumas situações que acabaram nos prejudicando”, lamentou.

Agora o Coxa volta a uma dura realidade no Campeonato Brasileiro. Na zona de rebaixamento, o time encarar o Bahia, domingo, na Arena Fonte Nova, m Salvador, em um duelo direto. Nos últimos confrontos decisivos dentro da ZR, contra Palmeiras e o próprio Flamengo, o Alviverde sucumbiu.