Futebol - ( )

De olho em próximo rival, Fábio Santos vê Atlético-MG "mais time"

São Paulo (SP)

Espantada a zebra contra o Bragantino, o Corinthians aguarda o vencedor do confronto entre Atlético-MG e Palmeiras. Todos os jogadores procuraram manter o respeito em relação aos possíveis rivais nas quartas de final da Copa do Brasil, mas Fábio Santos se permitiu ir um pouquinho além do tradicional “não podemos escolher adversário”.

“Não prefiro ninguém”, disse o lateral esquerdo, antes de comparar alvinegros e alviverdes. “Hoje, o Atlético é mais time do que o Palmeiras, mas o clássico é diferente das outras partidas. O Palmeiras cansou de tirar o Corinthians de competições importantes.”

A equipe a ser enfrentada por Fábio Santos e seus companheiros será definida na noite de quarta-feira, em Belo Horizonte. O Atlético-MG carrega uma vantagem de 1 a 0 construída em São Paulo e enfrentará um rival em crise, que acaba de trocar seu comando técnico.

“São duas grandes equipes, em momentos diferentes. Às vezes, você pega uma equipe em um momento ruim, e é ruim pegar essa equipe. Vamos estar preparados para as duas”, afirmou o meia Renato Augusto, quase tão cauteloso quanto Ralf. “Vai ser difícil quem vir. É mata-mata, 180 minutos. Quem for melhor vai passar”, disse o volante.

Sergio Barzaghi/Gazeta Press
Contra Atlético-MG ou Palmeiras, Fiel espera fazer mais festa nas quartas de final da Copa do Brasil
Como as quartas de final só deverão acontecer entre o final de setembro e o meio de outubro, os momentos podem mudar bastante até lá. O jeito é observar a definição do rival e se concentrar no Campeonato Brasileiro até que chegue o novo embate eliminatório.

“É difícil prever coisas no futebol”, comentou Mano Menezes, citando a dramática classificação do Botafogo, com vitória por 4 a 3 assegurada aos 50 minutos do segundo tempo. Ele recordou ainda as zebras ocorridas na Copa do Brasil e a dificuldade encontrada pelo próprio Corinthians nas oitavas.

“Quando cruzamos com o Bragantino, ouvi que tínhamos um cruzamento fácil. Não tem isso. O América-RN eliminou Fluminense e Atlético-PR e é time da segunda divisão. Lógico que o Palmeiras tem condição, como todos têm, de reverter a vantagem que o Atlético-MG adquiriu aqui, mas não cabe a nós fazer previsões. Fazer a preparação para enfrentar o adversário é o que nos cabe”, concluiu o técnico.