Futebol/Bastidores - ( - Atualizado )

Decepcionado apenas com resultados, Gareca agradece e pede desculpas

São Paulo (SP)

Ricardo Gareca deixou a Academia de Futebol acompanhado do auxiliar Sergio Santín e do preparador físico Néstor Bonillo e trocou abraços com os profissionais que ficaram no Palmeiras. Sorrindo após ser comunicado de sua demissão, o técnico disse entender a decisão da diretoria, agradeceu a todos no clube e pediu desculpas pela decepção que ele mesmo tem consigo mesmo.

“É uma decisão da diretoria e tenho que aceitar. Muito obrigado por tudo. Agradeço a diretoria, jogadores, Omar, Brunoro e todos que confiaram em mim. Todos colaboraram conosco. Lamentavelmente, não pudemos dar resultados. É duro para nós, mas essa é a realidade do futebol. Tiveram demasiada paciência”, disse o treinador, que fez questão de deixar seu veículo para falar com a imprensa.

Em nenhum momento, o argentino criticou os dirigentes. “Saio decepcionado por mim, não por diretoria, jogadores ou torcida. Decepcionado porque não pude devolver toda essa confiança. O Palmeiras é um clube magnífico. Peço desculpa ao torcedor. Só tenho a agradecer ao clube pela oportunidade”, continuou.

Djalma Vassão/Gazeta Press
Técnico fez questão de cumprimentar os profissionais do clube e saiu da Academia de Futebol sorrindo
Gareca deixou o time fora da zona de rebaixamento somente nos critérios de desempate e teve oito derrotas, um empates e apenas quatro vitórias em 13 partidas pelo clube. Rescindiu seu contrato três meses após assiná-lo, constatando o erro no desafio que se impôs de ter sucesso no Brasil após reerguer o Vélez Sarsfield na Argentina.

“É uma situação difícil, um técnico estrangeiro no Brasil... É complicado. Não tive os resultados esperados. Queria ter ficado aqui e tirar o time desta situação ruim. Mas o clube teve respeito comigo e entendo a decisão. Não estou decepcionado com a diretoria. Estou decepcionado com os resultados ruins”, afirmou.

O sonho de dar certo no país pentacampeão mundial se mantém. Mas, certamente, não será cumprido no Verdão. “Voltaria ao Brasil com gosto, mas em outro time. E, espero, com outros resultados”, declarou, saindo com os outros estrangeiros da comissão técnica que também foram demitidos.