Futebol/Copa do Brasil - ( - Atualizado )

Eliminados, jogadores se apegam à chegada de Dorival para melhorar

Belo Horizonte (MG)

Com mais uma derrota para o Atlético-MG, o Palmeiras está fora da Copa do Brasil e saiu do Independência pensando em evitar o vexame do rebaixamento no Campeonato Brasileiro no ano de seu centenário. Os jogadores apostaram em Dorival Júnior, técnico que acaba de ser contratado e acompanhou o jogo desta quinta-feira das tribunas.

“É desligar aqui, a Copa do Brasil acabou”, falou Marcelo Oliveira, que terminou o jogo como capitão por conta de lesão de Lúcio. “Um novo trabalho se inicia e vamos fazer tudo com o Dorival para colocar o Palmeiras onde o clube merece. Temos time e vamos trabalhar para isso”, avisou o volante.

O time caiu nas semifinais do Campeonato Paulista, não foi além das oitavas de final da Copa do Brasil e só está fora da faixa de descenso no Brasileiro nos critérios de desempate. Dorival estreia no domingo, diante do Atlético-PR, em Curitiba, e é esperança de trazer tranquilidade ao Verdão.

Divulgação
Henrique, que perdeu chance com gol vazio, prevê melhora do time nas finalizações (Cesar Greco/Ag Palmeiras)
“Precisamos ter a cabeça no lugar e seguir o Dorival, tentar encaixar o time ideal e sair dessa situação no Campeonato Brasileiro. Precisamos de equilíbrio, uma equipe que tenha posse de bola, crie mais chances e conclua bem também”, afirmou Henrique.

Em relação à conclusão, o centroavante é um problema, como mostrou nesta noite, perdendo chance no fim do primeiro tempo com o vazio à frente. “A bola acabou quicando ali antes... Nada está ajudando”, disse o atacante, ainda no intervalo.